Guia do Hambúrguer

Fazer busca no site
Publicidade
1 comentários Favoritar
OFERECIMENTO
Casa Victoriana: pães para hambúrguerBeef Boutique: açougue especializado em blends para hambúrguerFA Defumados: bacon artesanalWabiz APP para DeliverySunValley Queijos do Novo MundoInova Papan Embalagens para Hamburguerias

Considerado o maior festival de hambúrguer do mundo, o 15º Burger Fest acontece em 2020 entre os dias 15 de novembro e 15 de dezembro, em São Paulo e simultaneamente em outras cinco capitais brasileiras, Rio de Janeiro, Curitiba, Porto Alegre, Florianópolis e Belo Horizonte.

 

 

 

View this post on Instagram

 

A post shared by Burger Fest (@burgerfestoficial)

O Burger Fest desde 2012 fomenta o mercado de burgers no Brasil e além de reunir as melhores e maiores casas do segmento, também revela grandes talentos para o público que pode saborear receitas inéditas durante os dias da celebração.

Em São Paulo, casas como Meats, Z Deli, Frank & Charles, Bullguer, Lanchonete da Cidade, Fat Cow, Pobre Juan, Matilda Lanches e muitos outros, criaram receitas exclusivas que ficarão disponíveis em seus respectivos menus apenas durante o festival.

Adaptando-se ao momento atual, este Burger Fest acontece em um novo formato: além do presencial, os burgers estarão disponíveis para delivery e take out.

Cada participante teve a liberdade de assinar uma receita exclusiva, sem limite de preço ou ingredientes.

Em nove anos de existência, o Burger Fest já atingiu a marca de mais de 1,5 milhão de hambúrgueres consumidos, em aproximadamente mil restaurantes espalhados pelo Brasil, gerando mais de R$ 150 milhões em vendas.

Nesta edição, o festival é apresentado por Santander – o Banco da Gastronomia, e Heinz – a marca de ketchup nº 1 do mundo, além de contar com o apoio de Goose Island, Getnet, Ben e Esfera.

Confira a lista completa de casas e burgers participantes no site, que apresenta, também nesta edição, uma nova plataforma digital disponível a partir do primeiro dia do evento, como botões para pedidos de delivery, reservas e opções para “favoritar” restaurantes.

Em uma entrevista exclusiva ao Guia do Hambúrguer, Claudio Baran, idealizador do Burger Fest conta mais detalhes dessa festa tão importante para quem, assim como nós, é apaixonado por hambúrguer!

1- Como surgiu a ideia de montar o festival?
C: O Burger Fest nasceu após uma série de viagens para Nova Iorque, capital do hambúrguer. Lá, em todos os restaurantes, bares e lanchonetes os burgers sempre foram espetaculares, o que não acontecia aqui no Brasil na época (2011).

Dessa forma, no final de 2012, resolvi convidar 25 restaurantes para criarem uma receita especial que seria comercializada durante uma semana. Ali estava nascendo o Burger Fest, um festival que celebra a cultura do hambúrguer de qualidade.

Gosto de dizer que o BF É um encontro de hambúrguer, não de hamburguerias. Diversos restaurantes e bares, que normalmente não faziam burgers, criam suas combinações para participarem da celebração e acabam deixando no cardápio!

2- Qual o principal intuito do festival?
C:
Com certeza é promover e fomentar a cultura do hambúrguer de qualidade, ajudando o mercado a elevar o padrão de qualidade através do estímulo da utilização de ingredientes de qualidade, criatividade e talento.

 

 

 

View this post on Instagram

 

A post shared by Burger Fest (@burgerfestoficial)

3- Qual critério para escolha dos participantes? O que as hamburguerias precisam ser ou fazer para participar?
C:
Temos um time de curadoria que sempre está atrás de novidades e participantes para o festival. Só participam as casas que são selecionadas e convidadas por ele.

Buscamos restaurantes e chefs que trabalham com os melhores ingredientes. Avaliamos a criatividade e o talento das casas em transformar simples coisas em hambúrgueres incríveis.

Importante lembrar que incluímos não só hamburguerias, mas também restaurantes e bares consagrados e novos no mercado para ajudá-los nesse começo de operação.

4- Em 2020 enfrentamos um período complicado. Quais as principais particularidades do festival desse ano?
C:
Para ajudar os restaurantes, bares e hamburguerias, decidimos que os participantes deveriam criar somente um hambúrguer (até então eram até dois), justamente para simplificar a operação. Também incluímos a participação de casas que trabalham somente por delivery.

Nas edições passadas a venda dos burgers acontecia somente nos salões, No 15º Burger Fest liberamos pelo delivery mas as operações take away e presencial continuam rolando.

Estamos fazendo um esforço conjunto com os parceiros para amplificar a divulgação do festival e potencializar os resultados dos participantes, ajudando-os a ter um faturamento superior neste momento.

 

 

 

View this post on Instagram

 

A post shared by Burger Fest (@burgerfestoficial)

5- Como você enxerga a cena do hambúrguer atual?
C:
Hoje o hambúrguer entrou em praticamente todos os cardápios de todos os tipos de restaurante. Essa era um dos nossos objetivos quando o burger fest começou, há 9 anos.

De lá pra cá, tivemos um boom de hamburguerias, o mercado teve que se reinventar e passou por um aprendizado de novas técnicas, aperfeiçoamento de ingredientes e estilos.

Se antigamente o hambúrguer se resumia ao clássico, hoje temos o tradicional, gourmet, industrializado, smash, ultrasmash, múltiplas variações.

Os tipos de pães, cortes de carnes, tipos de queijos, molhos e acompanhamentos, todos foram sendo aprimorados, evoluindo. Hoje a cena é muito forte. Para comer um hambúrguer ruim, tem que ter muita sorte (ou azar)…

Curtiu o conteúdo? Comente o que achou e não esqueça de seguir o Guia do Hambúrguer nas redes sociais e ficar ligado nas novidades e em mais receitas.

Confira outras notícias

Confira também:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Comentários (1)

  1. Luiz Roberto disse:

    Boa a entrevista gostei !