Arquivo da Tag: rio de janeiro

Cabana Burger apresenta novo cardápio sazonal

oferecimento

Voltando ao calendário de receitas sazonais, o Cabana Burger traz para a casa novidades em um menu completo com entrada, hambúrguer e sobremesa.

Croquete de brisket defumado e cheddar, duplo smash e pudim de dois leites entram em cena a partir do dia 15 de setembro e permanecem assim durante dois meses em todas as unidades do Cabana, em São Paulo e Rio de Janeiro.

cardápio sazonal entra pela primeira vez no delivery

A casa que abriu suas portas em 2016, ali na Rua Oscar Freire, cresceu de forma impressionante e hoje conta com sete unidades.

Suas receitas desde o começo são declaradamente inspiradas na rede americana Shake Shack, que faz muito sucesso na gringa e criou até o conceito de ingredientes frescos dentro da cultura fast food americana.

Para começar, o chef do Cabana Burger, Felipe Carmelo, criou um croquete de brisket defumado e cheddar, o Brisket Bites (R$24), com seis unidades do quitute feito com pedaços nobres e defumados.

A porção ainda acompanha uma maionese especial feita com picles de jalapeño.

croquete de brisket defumado e cheddar

Provamos e realmente aprovamos. O brisket tem um sabor defumado de verdade, nada de fumaça líquida na receita o que nos gerou um alívio.

Os bolinhos são crocantes por fora e muito bem temperados e cremosos por dentro. O conjunto ficou ainda melhor combinado com a maionese que é levemente picante.

Outra novidade está no Crush Burger (R$24) feito com dois discos de hambúrguer smash (140g), é um clássico de sabor com crostinha tostada, queijo tipo americano (american cheese), cebola e picles cortados em pequenos cubos e molho Cabana.

carne com crostinha tostada, american cheese, cebola e picles

A combinação descomplicada e perfeita de carne com molho junto com aqueles os clássicos ingredientes do burger americano. Sem contar que o pãozinho estilo “potato roll” completa o conjunto.

PudimDim (R$14) é uma das novidades mais afetivas do chef Felipe, que buscou referências nas receitas do chef Flávio Frederico, um dos melhores chefs confeiteiros do país. Em uma nova versão do pudim tradicional, este é feito de leite e uma camada com doce de leite caseiro, sem furinhos e com muito sabor.

pudim feito de leite doce de leite caseiro

Lembrando que pela primeira vez, as novidades sazonais do Cabana Burger também pode ser pedido para delivery, tanto no iFood, quanto no aplicativo do Cabana Burger.

Curtiu esse post? Comente o que achou e não esqueça de seguir o Guia do Hambúrguer nas redes sociais e ficar ligado nas novidades e em mais receitas.

Hambúrguer e drive-in: a combinação que conquistou a rotina dos brasileiros na quarentena

oferecimento

E lá se foram 5 longos meses de isolamento social no Brasil causados pelo combate ao Novo Corona Vírus (Covid-19) nos quais impactos sociais, culturais e econômicos, inevitavelmente foram sentidos e o drive-in que já fez muito sucesso nos anos cinquenta ressurge nesse novo normal.

Dentro do mercado gastronômico, por exemplo, os estabelecimentos passaram a entender os serviços de delivery como uma alternativa essencial para manter seus negócios ativos.

Em nichos como o do entretenimento, ambientes com pouca circulação de ar foram fechados. Salas de cinema ao redor do mundo se viram obrigadas a encerrar suas atividades e só depois da recente flexibilização da quarentena puderam pensar em planos para suas retomadas.

A saída para este cenário tem sido o retorno dos drive-in’s. Muito populares nos Estados Unidos nas décadas de 50, 60 e 70, os filmes exibidos nos telões em ambientes abertos para telespectadores assistirem dentro dos carros, evita a proximidade e o contato entre pessoas desconhecidas.

Hambúrguer e drive-in: a combinação que conquistou a rotina dos brasileiros na quarentena

É claro que nessa retomada cultural, alguns sistemas de adequações foram pensados para o conforto de todo mundo que resolver dar uma saidinha para esfriar a cabeça nesse momento tão tenso.

Os espaços podem contar com bombonieres e food trucks dos mais variados estilos que estão entrando na parceria e vendendo seus produtos para completar a experiência.

Como não poderia ser diferente, hamburguerias não ficaram de fora e vem dando um show nas chapas. A seguir confira algumas que oferecem seus serviços em drive-in´s em diferentes cantos do Brasil:

Cadillac BBQ, Mooca – São Paulo

O estacionamento ao lado do Cadillac BBQ, na casa dedicada a defumados do mesmo dono da hamburgueria Cadillac Burger, ganhou uma nova função. Às sextas e sábados, quem parar o carro ali e abrir o vidro, pode fazer seu pedido e curtir som embalado por música ao vivo.

O cardápio especial para o drive-in mistura receitas dos dois estabelecimentos. Tem taco recheado de brisket (R$ 21,00 o trio), sanduíche de copa de lombo defumada (R$ 30,00 com fritas) e smash burger´s em três versões: cheeseburger (R$ 14,00), cheese salada (R$ 15,00) e original (R$ 16,00).

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por Cadillac Burger (@cadillacburger) em


Tá Doido Burger, Aeroporto de Brasília

Estacionado no Aeroporto Internacional de Brasília Juscelino Kubitschek, o Festival Drive-in virou o point da quarentena. Com uma programação de filmes e apresentações musicais, o evento inovou no formato, até na hora de pedir os quitutes para acompanhar o filminho.

Aproveitando o sucesso, o grupo Geléia decidiu implementar uma nova operação dentro do drive-in. A novidade é um contêiner com cardápio digital, em que os comensais vão poder conferir as delícias por um QR (disponibilizado na entrada) e o lanche será levado até o carro.

No menu, queridinhos como o original burger, feito com pão australiano, blend de fraldinha e costela, queijo cheddar, cebola caramelizada, maionese caseira e bacon crispy (R$ 25); o cheese bacon, que leva pão branco artesanal, blend de fraldinha e costela, queijo prato mais tradicional maionese caseira e muito bacon crispy (R$ 24); e o brasiliense, que tem pão branco artesanal, blend de fraldinha e costela, queijo prato e cheddar, cebola roxa, alface, tomate e maionese caseira (R$ 26).

A famosa batata da marca também não poderia faltar. No festival, ela sai a R$ 13.

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por Burger | R$ 10 (@tadoidoburger) em


Geléia no Festival Drive-In: Estacionamento B do Aeroporto Internacional de Brasília Juscelino Kubitschek. De 23 de junho a 23 de agosto de 2020. Ingressos a partir de R$ 60,00 (por carro) no site.

Bullguer presenteará com 2.500 burgers em ação especial para o Dia Internacional do Hambúrguer

oferecimento

Finalmente a data mais esperada do ano por nós está chegando! Estamos falando do Dia Internacional do Hambúrguer que acontece 28/5. Para comemorar, a Bullguer, hamburgueria especializada em smash burger, preparou algumas ações especiais que rolam durante essa semana.

Para aquecer os motores, a rede começou a promover dia 20/5 o Cheeseburguer Part Day, em que o hambúrguer Standard (pão, carne e queijo) sai por R$ 10, de segunda a quinta-feira, das 15h às 18h. Já a partir do dia 25/5, essa mesma promoção começa a valer para o dia todo.

Bullguer dará 2.500 burgers em ação especial para o Dia Internacional do Hambúrguer

No tão esperado 28 de maio, a Bullguer vai presentear seus clientes que utilizarem o app da Rappi ou aqueles que usarem a retirada para viagem com 2.500 tickets. Esse voucher dará direito ao hambúrguer que leva o nome da rede: Bullguer (R$ 20), que inclui pão, carne, queijo, picles e molho.

Por conta do coronavírus Covid-19, algumas lojas estão temporariamente fechadas, mas a rede junto com a Rappi conseguiu expandir seu alcance de entrega para realizar a ação.

As unidades disponíveis para os pedidos em São Paulo são: Anália Franco, Berrini, Centro, Cerro Corá, Eldorado, Granja Viana, Jardim Sul, Jardins, Paraíso, Perdizes, Santana, Santo André, Santos, Higienópolis, São José dos Campos, Tamboré, Vila Mariana, Vila Nova Conceição, além de Rio de Janeiro (Ipanema), Belo Horizonte/MG e Brasília/DF.

Lembrando que esse ticket é para uso nas lojas (retirada para viagem e salão, quando a situação de quarentena normalizar, seguindo as orientações de segurança) e é valido até 27 de dezembro de 2020.

Para fazer seu pedido no Dia Internacional do Hambúrguer, basta baixar o Rappi e localizar Bullguer na opção “Restaurantes”. A hamburgueria passa por todas as medidas preventivas de higienização dos funcionários e das embalagens na hora do preparo. A marca recomenda que, antes de comer, descarte a embalagem corretamente e higienize as mãos.

Bullguer presenteará com 2.500 burgers em ação especial para o Dia Internacional do Hambúrguer

Sobre a Bullguer

Criado em 2015 pelos sócios Alberto Abbondanza, Ricardo Santini e Thiago Koch, chef responsável pela concepção do cardápio, a Bullguer é a primeira rede a popularizar o conceito do smash burger no Brasil. A marca conta com 25 unidades na capital, interior e litoral de São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte e Brasília.
www.bullguer.com.br

Bar do Momo – Tijuca, Rio de Janeiro – RJ

oferecimento

Nem só de hamburguerias vive o hambúrguer, o Bar do Momo na Tijuca é referência no quesito Comida de Boteco e também se destaca pelo hambúrguer.

Ambiente - Toninho Momo

O Bar do Momo leva o espírito carioca, lugar simples, mesas de plástico e a galera espalhada pela calçada. A primeira informação importante é: eles não aceitam cartões de crédito ou débito. Você paga com dinheiro, mas se você estiver indo lá pela primeira vez e esquecer, a Filó (famosa atendente do bar) te passa os dados da conta e você paga pelo aplicativo do Itaú.

Cardápio - Toninho Momo

O cardápio surrado mostra as opções, incluindo os hambúrgueres. O primeiro de Fraldinha com burger 200g, pão artesanal, maionese de alho, queijo muçarela derretido e picles de maxixe. O nosso escolhido é preparado com hambúrguer de contra-filé de 200g, pão artesanal, maionese de páprica picante, queijo cheddar e cebola caramelizada no Campari. Pra fechar, o Estandarte de Ouro, participante do concurso Comida di Buteco de 2016, com hambúrguer de 200g de costela, cupim e acém, compota de bacon e pesto de agrião servido no pão de milho.

De cara, parece até um atendimento confuso, chegamos logo após o término do almoço. Nesse horário, eles não servem hambúrguer. Então, se vai ao Toninho Momo por isso, dê preferência para horários após as 15h.

Perguntamos se serviam batatas fritas, a resposta não foi muito certeira e muito menos se eles serviam batatas por lá.

Perguntamos o que era tradicional no cardápio. Uma das opções era o bolinho de bacalhau, apesar de muito bonito, não somos muito fãs, então não pedimos. Mas deixamos a foto como recomendação para quem curtir:

Bolijnho de bacalhau - Bar do Momo

A outra opção tradicional do cardápio é o bolinho de arroz feito na casa e essa foi a nossa pedida.

Bolinho de Arroz - Toninho Momo

Poucos minutos depois, o bolinho foi servido, parecia um disquinho sobre o guardanapo pra comer de garfo e faca. Garfo e faca? Bom, usamos a faca pra cortar no meio e saber como estava.
Por dentro, super cremoso e por fora bem tostadinho. Estava saboroso e correto. Na massa eles usam linguiça para temperar, o que pra gente foi um ponto positivo. Recomendamos.

Bolinho de Arroz - Toninho Momo

Na hora de pedir o hambúrguer, a dona Filó mostrou três opções no cardápio: estandarte de ouro, hambúrguer de fraldinha e hambúrguer de contra-filé – todos por R$ 22.
Fomos no de Contra Filé ao ponto para mal, e explicamos que queríamos bem vermelho por dentro e a Filó explicou que era o “ponto da casa”.

Sem demora, o hambúrguer é servido em um pratinho acompanhado de garfo e faca. Realmente é um hambúrguer bem grande, alto e com diâmetro maior.

Hambúrguer - Toninho Momo

O pão artesanal é um pão preto, tipo australiano. O cheddar é uma porção generosa de creme de cheddar, estava quentinho, bem temperado e equilibrado, foi um ótimo acompanhamento.

Hambúrguer - Toninho Momo

A maionese de páprica passou despercebida, não notamos nem um pingo de maionese e muito menos de picância. As cebolas caramelizadas estavam bem docinhas e ainda crocantes, ótimo ponto. O amargor do Campari não marcou presença – o que foi um ponto positivo para gente.

HAmbúrguer - Toninho Momo

A carne estava bem selada por fora e cortamos o hambúrguer ao meio para conferir o ponto. Parabéns, estava exato, bem vermelho por dentro com crosta por fora, realmente impecável.

Ponto do Hambúrguer - Toninho Momo

Provando apenas a carne, sentimos que faltou um pouco de sal para valorizar o sabor da carne.

Na nossa opinião, faltou também um pouco mais de gordura no blend e suculência. Por mais que o ponto estivesse certo, a umidade do conjunto vinha mais do queijo do que da suculência da carne.

Como dissemos, o Bar do Momo não é uma hamburgueria, mas faz hambúrgueres melhores do que muitas casas que visitamos e tudo com um toque bem caseiro. Vale a visita e o preço é ótimo.

Destaque para o atendimento da dona Filó, o que no começo parecia um serviço confuso, foi superado pela simpatia e atenção que ela nos deu. Soube explicar tudo o que havia no cardápio e é o tipo de funcionária que veste a camisa do Bar do Momo. Por mais atendimentos personalizados como esse.

    Avaliação do Guia do Hambúrguer

  • hambúrguer2 estrelas
  • maionesenão avaliada
  • porção3 estrelas
  • atendimento3 estrelas
  • espera nenhuma
  • cheese burgerR$ 22,00
  • preçode R$ 30,00 a R$ 40,00 (de R$ 30,00 a R$ 40,00)
  • As avaliações do Guia do Hambúrguer são feitas sem aviso e sem conhecimento do estabelecimento, pagamos nossa conta e assim podemos falar a verdade.

Bar do Momo

R. Gen. Espírito Santo Cardoso, 50A – Loja A – Tijuca
Rio de Janeiro – RJ
(21) 2570-9389
delivery não

Jerônimo Burger, provamos a rede fast-food do Madero

oferecimento

Estávamos curiosos em conhecer a Jerônimo Burger, a rede com conceito fast-food do grupo Madero e idealizada pelo Junior Durski. A primeira loja foi inaugurada em Curitiba e já estão também em Brasília, Curitiba, Itupeva, Porto Alegre, Rio de Janeiro e São Paulo. Em breve abre em Santo André, Belo Horizonte, Recife e Goiânia.

Fachada da Jerônimo Burger

O Madero todo mundo já conhece, possui lojas espalhadas por todo o Brasil. O conceito de casual dining oferece porções para compartilhar, decoração caprichada e atendimento informal e atencioso que fazem sucesso por aqui, apesar da comida não ser tão boa assim.

O slogan nada modesto ajudou para que a fama do Madero se espalhasse: “Best Burger in The World” (melhor hambúrguer do mundo). Para o público não tão exigente que normalmente come em redes fast-food de shopping, a frase acaba colando e caindo na armadilha. Mas para os mais exigentes, a sensação que fica é que foram enganados. Veja a nossa última avaliação do Madero neste link.

Mas sempre imaginamos o produto do Madero servido em uma praça de alimentação com preço justo poderia ser um sucesso. Porque seria melhor que todos os fast-foods que temos hoje em funcionamento.

Parece que o empresário e visionário Junior Durski também se tocou e criou a Jerônimo Burger, usando uma marca diferente e adaptando o cardápio para que os hambúrgueres possam ser servidos rapidamente e por um custo mais baixo. Parece que está dando certo, confere a fila na porta:

Fila para fazer o pedido - Jerônimo, o fast-food da rede Madero

A Jerônimo Burger é uma hamburgueria de smash burgers que chegou para concorrer na categoria fast-food, com preços similares ao Mc Donald’s, Burger King, Bob’s e Wendy’s – levando os preços dos combos regulares (faixa de R$ 25 a R$ 30 – hambúrguer, fritas e bebida).

Cardápio na parede - Jerônimo, o fast-food da rede Madero

A loja que visitamos fica no Rio de Janeiro, no Barra Shopping. Era bem bonita, bem decorada e super estilosa. Assim como as lojas do Madero são, mas com visual mais jovem e atraente.

Cardápio - Jerônimo, o fast-food da rede Madero

Uma peculiaridade da Jerônimo Burger é a forma de fazer os pedidos. Toda a interação é feita em totens, onde você escolhe o que vai querer e faz o pagamento. Para gente é super prático e fácil de pedir. Com poucos cliques, montamos nosso pedido. Um cheeseburger por R$ 19, limonada de morango por R$ 6, batatas por R$ 5 e uma maionese extra por R$ 3. Sem contar a maionese e o chá extra, o total do combo seria R$ 30 – bem razoável.

Pagamos com cartão e aguardamos a chamada pelo nome que preenchemos no totem durante o pedido.

O balcão parece uma linha de montagem. As bandejas já ficam com as bebidas esperando as batatas e os hambúrgueres. Enquanto isso, uma pessoa fica chamando as pessoas pelo nome no microfone à medida que o pedido está completo, o que é um pouco chato. Um sistema de pager seria mais confortável.

Balcão de retirada  - Jerônimo, o fast-food da rede Madero

Em um tempo bem razoável nosso hambúrguer estava pronto – pegamos e sentamos.

Combo com pink lemonade - Jerônimo, o fast-food da rede Madero

A beleza do hambúrguer e da bandeja não foi o ponto forte. As bebidas vêm em copo transparente e sem aquele truque do “muito gelo” para economizar. Um ponto positivo. A limonada de morango estava na medida certa de açúcar, refrescante e gostosa.

As batatas onduladas foram bem executadas, crocantes e quentinhas. Tá, não eram artesanais, mas não esperávamos que fossem. E a maionese estava muito gostosa, cremosa e temperada na medida certa. Provavelmente a mesma receita do Madero, eles acertam bem nisso.

Combo - Jerônimo, o fast-food da rede Madero

Vamos ao hambúrguer, tentamos observar pelo lado de fora se o chapeiro estava realmente amassando os burgers na chapa quente nos certificarmos que era um smash burger autêntico. Não conseguimos. Dando uma olhada no site da Jerônimo Burger, eles dizem que usam ingredientes frescos e que prensam a carne do hambúrguer na chapa para criar a crostinha que dá sabor.

O cheeseburger que acompanha salada - Jerônimo, o fast-food da rede Madero

Observando a carne, não notamos aquela crostinha perfeita que todo smash burger deve ter, por isso nossa desconfiança. Estava até meio pálida e com uma aparência não tão atraente.

Hambúrguer e batata frita - Jerônimo, o fast-food da rede Madero

A relação entre o pão e carne era correta, o disco de carne era levemente maior que o pão. O pão, por sua vez, estava quentinho, principalmente a parte de baixo. Pão gostoso, macio e saboroso.

A carne, apesar da aparência desleixada, era muito boa em sabor. No Jerônimo Burger você não escolhe o ponto, todas saem iguais. O que faz todo o sentido nesse modelo de negócio.

Hambúrguer - Jerônimo, o fast-food da rede Madero

Carne temperada na medida certa de sal, saborosa e com uma textura quase perfeita. Podia ser um pouquinho mais macia.

Levando em consideração o conjunto, realmente um hambúrguer agradável e uma ótima opção para comer rápido nos shoppings e sem muitas expectativas. Muito mais próximo do artesanal do que as redes de fast-food existentes. A aparência não foi tão legal, mas dá para melhorar com treinamento.

O que achamos é que a Jerônimo Burger tem uma relação custo x benefício infinitamente melhor que o Madero. E vale a pena pagar um pouquinho a mais para sair dos velhos conhecidos Mc Donald’s e Burger King em que a carne não é o melhor ingrediente.

Na Jerônimo Burger você come bem, a carne é o melhor ingrediente da combinação e você não sai com a sensação de ter sido enganado. Não, não é o melhor hambúrguer do mundo, mas é melhor que muita hamburgueria artesanal que vemos por aí.

Jerônimo Burger

Av. das Américas, 4666, Loja 153154, Piso Lagoa – Barra da Tijuca
Rio de Janeiro, RJ
(21) 3500-2227
delivery sim

Cristiano Ronaldo, o CR7 ensina a fazer uma receita de hambúrguer

oferecimento

Receita de hambúrguer do CR7

O Cristiano Ronaldo é realmente um craque no futebol e quem está acompanhando a Copa do Mundo 2018 tem ainda mais certeza disso. Mas será que ele também sabe das coisas no mundo do hambúrguer?

Ele se arriscou e criou uma receita de hambúrguer, servida regularmente nos seus hotéis Pestana CR7 na Europa. Durante a Copa do Mundo 2018, o burger do craque português desembarca no Brasil e está disponível ao público carioca no Pestana Rio Atlântica, unidade carioca do Pestana Hotel Group.

Disponível por tempo limitado ao valor de R$ 44, até o final da Copa, no próximo dia 15/07, o hambúrguer é servido em pão de brioche bretzel, hambúrguer de aproximadamente 180 gramas de picanha de novilho com salsa picada. Molho barbecue, cebola refogada, rúcula, agrião, tomate, queijo cheddar, ovo frito e bacon, que vem servido com uma porção de batatas chips.

Se você não puder ir até o Pestana Rio Atlântica ou em uma das unidades da Europa, poderá fazer em casa e testar a combinação. Nós mantivemos a receita original e colocamos algumas dicas profissionais para deixar o hambúrguer ainda melhor:

Receita do Hambúrguer CR7

 

Hambúrguer

  • 180g de carne de novilho moída (experimente um blend de acém e peito com 20% de gordura, veja mais detalhes aqui)
  • Salsa picada a gosto (opcional, nós não recomendamos o uso da salsa na carne)
  • 1 colher de chá de sal (use sal apenas na hora de grelhar)

Molde o hambúrguer conforme explicamos aqui.


Molho barbecue

  • 50g bacon
  • 1 cebola
  • 2 dentes de alho francês
  • 2 tomates em rama
  • 3 colheres de chá de vinho branco
  • 3 colheres de chá de vinho tinto
  • 30ml de whisky
  • Azeite de oliva a gosto
  • 500ml de ketchup
  • 125ml de água
  • 15ml de vinagre
  • 25g de açúcar mascavo
  • Molho inglês a gosto

Caramelizar em azeite o bacon, a cebola, o alho francês e o tomate por cerca de 20 minutos. Adicionar o açúcar e o vinho branco e deixar cozinhar por mais 10 minutos em fogo médio. Adicionar a água, o ketchup, o whisky, o vinagre, o molho inglês e o vinho tinto e deixar reduzir pela metade o volume em fogo baixo, mexendo sempre. Em seguida deve-se coar, esperar esfriar a armazenar em embalagens vedadas.


Cebola refogada

  • 1 kg cebola roxa
  • 25ml de vinagre balsâmico
  • 100g de açúcar

Cortar cebola roxa em finas rodelas e levar ao fogo com azeite, até que as cebolas fiquem douradas, colocando o açúcar por cima até caramelizar em fogo baixo. Em seguida acrescentar vinagre balsâmico e deixar ferver até a cebola ficar crocante.


 
Guarnições
Rúcula, agrião, rodelas de tomate, queijo cheddar e bacon grelhado em tiras e um ovo frito.


 
Montagem do hambúrguer

Em uma chapa quente, de preferência canelada, deve-se selar o hambúrguer de forma que ele fique grelhado por fora e tenro por dentro (ao ponto). Quando pronto, colocar uma fatia de cheddar por cima do hambúrguer e deixar derreter um pouco. Fritar o bacon na mesma chapa até que fique crocante e sequinho e colocar sobre o cheddar

Aquecer a cebola refogada com um pouco de vinagre de vinho tinto. Colocar por cima do bacon. Colocar uma dose de molho barbecue no pão. Colocar uma rodela de tomate fresco, por cima agrião e rúcula. Depois o hambúrguer com as restantes guarnições e por último um ovo frito com gema mole, cobrir com o pão e servir.

Pestana Rio Atlântica

Avenida Atlântica, 2964 – Copacabana
Rio de Janeiro, RJ
Telefone (21) 3816-8500
delivery não

T.T. Burger – Rio de Janeiro por Lelê Gianetti, blogueira do It Yourself

oferecimento

Aqui é a Lelê Gianetti do It Yourself e hoje escreverei um post diferente. Isto pois, apesar de ser paulista e morar em São Paulo, a dica que trarei agora é sobre uma das melhores hamburguerias do Rio de Janeiro, o T.T. Burger, do chef Thomas Troisgros (filho do famoso, e fofíssimo, Claude Troisgros).

Fachada - T.T. Burger por Lelê Gianetti

Apesar de morar em outra cidade, eu me considero uma freguesa do T.T. Burger. Isto pois, sempre que vou ao Rio de Janeiro dou um jeito de dar uma passada lá. Tanto que, até já escrevi sobre eles no meu blog em 2014 (veja AQUI).

De lá pra cá, nesses 3 anos que se passaram, o estilo da hamburgueria permanece o mesmo, mas os preços… subiram bastante. Enfim, mas vamos falar das gordices!

Como sempre, fui comer lá com meu noivo. Para começar, pedimos a porção de Batata Frita (R$ 10), que é a palito tradicional.

Fritas - T.T. Burger por Lelê Gianetti

As porções são individuais e vêm servidas num saquinho com uma mensagem super bonitinha que diz “fritas com amor”. Elas são bem crocantes e vem sequinhas, o que é ótimo. O sabor é bom e fica ainda melhor se comermos com o delicioso ketchup de goiabada deles! #yummy

Caso você queira algo mais diferente, ainda há a opção da Batata do Thomas (também por R$ 10), uma chips artesanal feita com vinagre e sal. Particularmente, eu prefiro (beeeem mais) a versão clássica! 😉

Versão clássica das batatas fritas - T.T. Burger por Lelê Gianetti

E agora, vamos ao principal, os hambúrgueres. Lá, eles têm 3 opções de burger: o T.T. Burger (R$ 36), o T.T. PraQuemNãoComeCarne (R$ 39) e o T.T.Zão (R$ 42).

A diferença do T.T. Burger para o T.T.Zão é apenas o fato de um vir com 1 hambúrguer de 200g e o outro vir com 2. Todos eles são servidos embrulhados no papel.

T.T. Burger - T.T. Burger por Lelê Gianetti

A minha escolha foi exatamente pelo T.T.Zão, que já é um exagero, considerando que estamos falando de dois hambúrgueres de 200g!

O blend que o chef Thomas criou é focado nas carnes brasileiras e é composto por acém, fraldinha e contrafilé.

T.T. Zão - T.T. Burger por Lelê Gianetti

O burger ainda vem com queijo meia cura, tomates frescos, alface romana, cebola agridoce, picles de chuchu crocante e o molho T.T. (feito à base de maionese) servidos no pão de batata doce artesanal.

O sabor é uma delícia e o casamento dos ingredientes é perfeito. Só vale a pena prestar atenção no ponto da carne… especifique na hora de fazer seu pedido.

T.T. Zão - T.T. Burger por Lelê Gianetti

Mas não para por aí. Você também pode acrescentar outros ingredientes aos burgers por um valor à parte. Foi exatamente isso que meu noivo fez.

Ele resolveu ultrapassar todos os limites da gordice e pediu o T.T.Zão com Bacon (R$ 8) e Ovo (R$ 6).

T.T. Zão + bacon + ovo - T.T. Burger por Lelê Gianetti

Ou seja, eram 400g de carne com todos os ingredientes que vierem no meu burger mais o bacon e o ovo frito. Em outras palavras, como eles mesmos dizem, é um verdadeiro matador de fome, quase uma ignorância!

O tamanho do burger chega a assustar… mas também, por R$ 56, é o mínimo que se poderia esperar, né?!

Assustador! - T.T. Burger por Lelê Gianetti

O T.T.Zão do meu noivo ficou ainda melhor com a mistura dos ingredientes que ele acrescentou, mas não tem como não dizer que esse preço ficou extremamente caro.

Estamos falando de uma das melhores hamburguerias do Rio na minha opinião, mas R$ 56 num hambúrguer é um valor que chega a assustar… ainda mais considerando que, em 2014, o T.T. Burger saía por R$ 25 (agora está R$ 36, um aumento de quase 50%).

Jogo americano - T.T. Burger por Lelê Gianetti

Decoração - T.T. Burger por Lelê Gianetti

Enfim, minha dica é: se você for amante de um bom hambúrguer e estiver com uma graninha sobrando, vá lá conhecer… pois vale a pena! A unidade do T.T. Burger que eu fui visitar fica na Rua Francisco Otaviano, 67 – Arpoador.

Se você gostou deste post, não deixe de dar um pulinho lá no meu blog, o It Yourself, e conferir a sessão “food stuff” (AQUI) em que dou dicas de outras hamburguerias e outros tipos de gastronomia.

Beijinhos,
Lelê

Este post reflete exclusivamente a opinião de nossa colunista Lelê Gianetti do blog It Yourself. Respeitamos a opinião de todos e publicamos o texto produzido pela Lelê na íntegra, garantindo imparcialidade em relação a experiência relatada por ela. Lembrando que esta NÃO é uma resenha ou avaliação do Guia do Hambúrguer, portanto não tem qualquer relação com nosso Ranking das melhores hamburguerias.

T.T. Burger

Rua Francisco Otaviano, 67 – Arpoador
Rio de Janeiro, RJ
Telefone (11) 96458-8674
delivery sim

B, de Burger – Ipanema, Rio de Janeiro por Lelê Gianetti, blogueira do It Yourself

oferecimento

Oi gente,

Aqui é a Lelê Gianetti do It Yourself mais uma vez para minha coluna aqui no Guia do Hambúrguer. O post de hoje é sobre mais uma hamburgueria carioca. Dessa vez, falarei sobre o delicioso B, de Burger!

Fachada - B, de Burger por Lelê Gianetti

Localizado em Ipanema, a uma quadra da praia, o B, de Burger é super bonitinho tanto olhando de fora quanto vendo a decoração interna. A cozinha é aberta e podemos acompanhar todo o processo de preparação dos burgers, das fritas e dos shakes bem de perto.

Por falar em cozinha, logo ao entrarmos, nos deparamos com ela de um lado (onde fazemos o pedido) e com um pequeno balcão para pegarmos ketchup e mostarda do outro.

Cozinha - B, de Burger por Lelê Gianetti

Voc6e está com fome? - B, de Burger por Lelê Gianetti

O espaço é super pequenininho e charmoso e as mesas ficam no piso superior. Quando o tempo está bom, como no dia da minha visita, há ainda a opção de comermos em mesinhas que ficam na calçada, bem na frente da hamburgueria.

A escada que dá acesso ao piso superior também é super estilosa, cheia de “pichações”. Achei a ideia muito legal!

Escada - B, de Burger por Lelê Gianetti

Ambiente - B, de Burger por Lelê Gianetti

Bom, falando um pouco sobre as gordices, o sabor deles é simplesmente sensacional, mas logo mais eu me aprofundarei mais sobre o assunto. O que eu posso adiantar é que descobri que este sabor mara se dá pelo fato do hambúrguer vir direto da brasa, de um grelhador ultra moderno que o B, de Burger possui. É assim que eles conseguem servir essas delícias… seladas e super suculentas ao mesmo tempo.

Olhando o cardápio, mantendo meu ritual de sempre, comecei pedindo uma porção de fritas, a B, de Batata (R$ 10).

B, de batata - B, de Burger por Lelê Gianetti

Por esse preço, ela vem acompanhada de dois potinhos (um com molho de wasabi e outro com molho de bacon). Caso você queira somente as fritas sem os molhos, elas saem por R$ 8.

As batatas são bem sequinhas, gostosas e ficam excelentes com os molhos. Particularmente, eu gostei mais quando combinei elas com o molhinho de bacon! #yummy

Batatas fritas - B, de Burger por Lelê Gianetti

E agora, vamos as estrelas do B, de Burger. Eles têm 8 opções de burgers no menu, o que me faz ter a certeza de que voltarei lá novamente!

Minha escolha foi pelo B, de Bárbaro (R$ 37), que é um dos preferidos do público, de acordo com a atendente que anotou meu pedido.

B, de Bárbaro - B, de Burger por Lelê Gianetti

Vai um hambúrguer aí?  - B, de Burger por Lelê Gianetti

Esta maravilha é composta pelo blend da casa de 210g envolto por uma trama deliciosa de bacon e ainda leva queijo cheddar, alface e maionese de pesto.

Tudo isso é servido num pão de cerveja preta com gergelim preto super macio.

B, de Bárbaro - B, de Burger por Lelê Gianetti

Gente, esse burger é simplesmente sensacional! O sabor é um espetáculo e a combinação dos ingredientes forma um casamento perfeito.

O que dizer então do bacon que vai envolto ao hambúrguer? Meu Deus amores… os amantes de bacon vão se apaixonar e querer casar com o B, de Bárbaro! 😛

B, de Bárbaro - B, de Burger por Lelê Gianetti

Olha, o B, de de Burger me conquistou e, como eu disse anteriormente, esta foi a primeira de muitas outras visitas que ainda farei lá! #lelegordinha

Entre todas as hamburguerias que já conheci em terras cariocas, com certeza esta foi a mais gostosa que eu já fui. Então, se você morar ou estiver de passagem pela charmosíssima praia de Ipanema, na zona sul do Rio de Janeiro, não deixe de conhecer o B, de Burger.

Fachada - B, de Burger por Lelê Gianetti

O endereço é R. Teixeira de Melo, 21 – Loja A, uma das travessas da Pça. General Osório e bem pertinho da praia (na famosa Av. Vieira Souto).

Se você curtiu este post, não deixe de fazer uma visitinha pra mim lá no meu blog também, o It Yourself. Na sessão “food stuff” (AQUI), eu dou dicas de outras hamburguerias e gastronomia em geral.

Beijinhos,
Lelê

Este post reflete exclusivamente a opinião de nossa colunista Lelê Gianetti do blog It Yourself. Respeitamos a opinião de todos e publicamos o texto produzido pela Lelê na íntegra, garantindo imparcialidade em relação a experiência relatada por ela. Lembrando que esta NÃO é uma resenha ou avaliação do Guia do Hambúrguer, portanto não tem qualquer relação com nosso Ranking das melhores hamburguerias.

B, de Burger

R. Teixeira de Melo, 21 – Loja A – Ipanema
Rio de Janeiro, RJ
Telefone (21) 2523-6098
delivery não