Le Pinguê: uma hamburgueria que nasce do encontro entre amigos e torna-se uma rede de lojas

oferecimento

Nascida das hamburgadas descontraídas de um grupo de amigos, a Le Pinguê se transformou em uma rede de hamburguerias espalhadas por 25 endereços em quatro estados pelo Brasil.

Viajamos até São José do Rio Preto, pouco mais de 500km da cidade de São Paulo, para conhecer a loja modelo da rede. A ideia foi conhecer a cozinha, ver as opções do cardápio e provar os hambúrgueres da casa.

Na nossa opinião, o maior desafio de um negócio na área da gastronomia (um restaurante ou hamburgueria) é conseguir replicar o modelo para outras lojas. Porque existe toda uma preocupação com padrão e qualidade da comida. E isso faz com que seja muito mais difícil administrar diferentes fornecedores, mão de obra e preferência dos clientes.

A Le Pinguê foi idealizada durante encontros de um grupo de amigos que curtiam fazer hambúrguer em casa e se divertir. O Lucas, que tinha o apelido de “Pinguim” era quem criava as combinações. Já ouvimos muitas histórias parecidas, o primeiro passo antes de encarar o hambúrguer como negócio é gostar de comer e fazer hambúrguer – é muito importante.

Após o sucesso das hamburgadas, os amigos Lucas, Maurílio, Rafael e Thiago inauguraram a primeira loja em São José do Rio Preto, interior do estado de São Paulo. Em apenas 3 meses de funcionamento eles partiram para a segunda loja na cidade de São José do Rio Preto e não pararam por aí. Criaram um grande plano de expansão e franquias para replicar o modelo em outras regiões.

A unidade que visitamos fica localizada dentro do Rio Preto Shopping Center.

Fachada - Le Pinguê

A casa oferece mesas e sofás confortáveis e por ser localizada dentro do shopping aproveita para ser uma hamburgueria de autosserviço, nós vamos ao caixa, fazemos o pedido e aguardamos ficar prontos.

Ambiente- Le Pinguê

No segundo andar, um enorme mascote da casa, o famoso Pinguim da Le Pinguê recepciona quem quiser comer por lá.

Mascote da marca - Le Pinguê

É uma atração para as crianças principalmente que querem tirar fotos e levar os bonequinhos miniatura para casa. A marca oferece também bonés, copos personalizados e até um Fom (aquela almofada super macia) com o pinguim da marca.

Ambiente no segundo andar - Le Pinguê

O cardápio ajuda muito nas escolhas, todos os burgers e porções têm foto e assim a gente já sabe o que esperar da hamburgueria.

Cardápio - Le Pinguê

Eles oferecem doze opções de hambúrguer, dentre eles de carne bovina, salmão, frango e até um kids para a molecada.

Cardápio  - Le Pinguê

Entre as porções, que até dá para dividir em duas pessoas, a Le Pinguê oferece os aneis de cebola, batatas rústicas, palitos de muçarela e também as fritas palito com cheddar e bacon.

Cardápio - Le Pinguê

Nós pedimos primeiro o hambúrguer que leva o nome da casa, o Le Pinguê leva hambúrguer alto de 190g, molho de tomate, muçarela e chimichurri por R$ 22,90 ou o combo por R$ 32,90.

Le Pinguê - Le Pinguê

E foi uma das nossas combinações preferidas, a gente gosta de um hambúrguer simples com poucos ingredientes e que a carne é o mais importante. O molho de tomate combina bem e o chimichurri dá um toque especial.

Le Pinguê - Le Pinguê

Pra acompanhar o burger da casa, pedimos a porção de fritas com molho de queijo e bacon que custa R$ 16,90.

Fritas com molho de queijo e bacon - Le Pinguê

Essa foi a última imagem do burger Le Pinguê visto intacto.

Le Pinguê - Le Pinguê

Outro sucesso que provamos e é um dos mais vendidos da casa é o Costela, hambúrguer de costela de 190g, bacon crocante, queijo provolone, molho barbecue e cebola roxa por R$ 22,90 ou fazendo o combo R$ 32,90.

Costela com fritas e refrigerante - Le Pinguê

A montagem do hambúrguer estava bem feita, vem bastante molho barbecue da casa por cima do queijo e a cebola dá um toque refrescante na combinação.

Costela - Le Pinguê

O primeiro hambúrguer nós pedimos no ponto da casa, que é mais para bem passado. É assim que a Le Pinguê serve a maioria dos seus burgers. Mas somos adeptos da carne mais vermelha e suculenta, então no segundo a gente pediu no nosso ponto. Pro nosso gosto faz toda a diferença e o hambúrguer fica muito melhor. Não existe certo ou errado, mas sim a maneira que você mais gosta de comer.

Costela ao ponto para mal passado - Le Pinguê

As batatas em corte rústico com casca, alho e alecrim foram os acompanhamentos do Costela por R$ 16,90, dá pra dividir em duas pessoas a porção.

Batatas rústicas - Le Pinguê

Outra porção que a gente gosta muito são os palitos de muçarela, os mozzarela sticks. São uma ótima opção nas hamburguerias e fazem o maior sucesso.

Palitos de muçarela - Le Pinguê

O último hambúrguer da visita foi o Catupiry com Bacon, como o próprio nome diz, leva um hambúrguer de 190g, molho de tomate, Catupiry e bacon crocante por R$ 22,90 ou no combo R$ 32,90.

Catupiry com bacon - Le Pinguê

Outro ponto forte da casa é a coleção de maioneses, eles possuem quatro sabores e provamos uma a uma: da casa, de bacon, ervas finas e picante. Todas muito boas e em consistência e sabores muito corretos, vale a pena pedir como acompanhamento do hambúrguer ou mesmo das batatas, cada uma custa R$ 3,50.

Maioneses - Le Pinguê

Aos que forem indecisos, a Le Pinguê oferece uma alternativa que combina 3 mini burgers dos sabores variados por R$ 19,90.

Mini Burgers - Le Pinguê

Vai bem para quem quer provar todos os sabores da hamburgueria ou até dividir com o amigo ou a criançada.

Mini Burgers do Festival - Le Pinguê

A Le Pinguê se mostrou uma boa hamburgueria e bem preocupada com a qualidade dos produtos principalmente. O preço dos burgers são bem convidativos, ainda mais levando em conta os 190g de carne de cada disco de carne. Se tiver uma unidade na sua cidade, vale experimentar e depois deixe seu comentário aqui para sabermos o que acharam.

Le Pinguê

Av. Brg. Faria Lima, 6363 – Jardim Morumbi (Consulte todos os endereços)
São José do Rio Preto – SP
(17) 3216-9844
delivery sim