Hamburguerias priorizam delivery e tomam medidas de segurança contra propagação do vírus em tempos de Covid-19

oferecimento

Saiba como se proteger e adequar seu estabelecimento de acordo com as normas de higiene estipuladas pelo Ministério da Saúde

As secretarias estaduais de Saúde divulgaram, até 13h10 desta sexta-feira (20), 654 casos confirmados do novo coronavírus (Sars-Cov-2) no Brasil em 23 estados. São sete mortes contabilizadas até o momento, duas no Rio de Janeiro e cinco em São Paulo. O setor alimentício vem apresentando um impacto negativo durante a pandemia.

Em tempos de isolamento social, foi perceptível a queda do movimento em bares e restaurantes, mas todos eles souberam se adaptar bem à crise. Podemos notar que as hamburguerias se prepararam para o aumento do número de pedidos delivery, seja adotando medidas preventivas entre seus funcionários, novas ofertas, deixando de cobrar taxa de entrega ou até improvisando postos de drive thru.

Algumas casas acabaram se destacando com suas estratégias e, por enquanto, conseguem driblar a queda nas vendas. Apesar do estreito espaço em seu salão, a Burger Happens, por exemplo, optou por manter suas mesas com um metro de distância umas das outras, além de reforçar o uso do álcool em gel entre a equipe e clientes e de aumentar a interação com o público através das redes sociais.

 

View this post on Instagram

 

A post shared by Rua Alcindo Guanabara nº 27 (@burgerhappens) on


Com uma filosofia orgânica e sustentável, o MUDA Burger mantém-se ativo passando por cima dos percalços. Depois de alguns problemas enfrentados com aplicativos de entrega, a casa acabou adotando o frete grátis e até um esquema de drive thru improvisado, embalando com plástico até suas maquininhas de cartão.

 

View this post on Instagram

 

A post shared by Burger Orgânico e Sustentável (@mudaburger) on


A conceituada Lanchonete da Cidade agora passou a comercializar no delivery combos que antes só estavam disponíveis em suas lojas físicas. Com hambúrguer, batata e bebida, seja no almoço ou no jantar a preços mais acessíveis.

View this post on Instagram

 

A post shared by LANCHONETE DA CIDADE (@lanchonetedacidade) on


Toda ação é válida e não há motivos para pânico. Se você é dono de uma lanchonete ou hamburgueria não é obrigado a fechar seu estabelecimento, apenas tome as medidas sanitárias essenciais para manter suas portas abertas e aposte em uma boa divulgação.

O Guia do Hambúrguer, por ser uma plataforma que acompanha as tendências do mundo hamburgueiro, prontifica-se a prestar apoio, esclarecimento e qualquer tipo de ajuda, tanto para os estabelecimentos quanto para os clientes. Por essa razão, deixamos aqui nossa contribuição com algumas das medidas de higiene e proteção estipuladas pelo Ministério da Saúde, para que você possa adequar sua hamburgueria aos serviços de delivery de maneira correta e segura. Leia, execute e cole no seu estabelecimento. Informação nunca é demais, leia, siga e imprima para colocar em sua hamburgueria: