Arquivo da Tag: paulo yoller

Meats – Pinheiros, São Paulo

OFERECIMENTO

De volta ao Meats, que já foi campeão do Ranking dos Melhores Hambúrgueres e, na última avaliação, deu uma caída nas posições.

O chef da casa é o famoso Paulo Yoller, que já esteve no comando do Butcher’s Market e há 4 anos abriu o Meats em Pinheiros – estourou. Nossa visita aconteceu justamente nesta unidade.

Entrada e o bar à esquerda - Meats

O horário era relativamente alternativo, domingo por volta de 16h30. Chegamos e tinha mesa disponível.

Detalhe do bar e do balcão - Meats

Demoramos um pouco para receber o cardápio. Não mudou quase nada desde a última vez que tivemos lá. Nem no ambiente, nem no cardápio. Exceto pelo cheddar, que não é mais o inglês – foi substituído pelo nacional.

Ambiente - Meats

O Meats tem o cardápio dos burgers básicos (Back to Basics), que oferece do cheese burger ao cheese salada bacon por valores entre R$ 22,00 a R$ 31,00.

Hambúrgueres básicos - Meats

Mas o diferencial da hamburgueria mora nas especialidades da casa, criações do chef Paulo Yoller. Estes burgers levam ingredientes e combinações não convencionais e acabam sendo bem interessantes. Hambúrguer não precisa ser só cheese salada ou cebola caramelizada com bacon. Mesmo tendo o cheese burger como nosso eterno favorito.

Cardápio dos burgers especiais - Meats

Fugimos do convencional e pedimos duas receitas do Chef’s Choice:

  • Double Trouble, pão de hambúrguer de mandioquinha, hambúrguer, cebola roxa caramelizada no chipotle, stracciatela (queijo de búfala) e picles doce de cebola roxa por R$ 37,00
  • Palha, pão de hambúrguer de mandioquinha, hambúrguer em cama de talo de coentro e pancetta, catupiry e mandioquinha palha por R$ 32,00

É, achamos os preços um pouco salgados, por outro lado, os ingredientes são mais complexos e com um custo mais alto, não dá para criticar, é uma questão de escolha.

Pedimos a tradicional porção de sweet fries por R$ 25,00 (inteira, tem a meia que custa R$ 16,00) uma mistura de batatas palito e batata doce frita – esse não tem desculpa, caro.

Entradas e saladas - Meats

Lógico que a primeira a ser servida foi a porção de fritas, não demorou quase nada. Percebemos que foi a porção mais correta que comemos por lá. Nenhuma batata havia passado do ponto e estavam muito bem servidas.

Sweetw Fries - Meats

As batatas estavam crocantes por fora e macias por dentro. Muito boas mesmo – surpreendeu. Falamos isso, porque em avaliações passadas o ponto fraco da casa era justamente a porção.

Em seguida, chegaram os hambúrgueres. Quando os burgers são os básicos, o Meats serve em uma cestinha igual a das batatas. Mas os burgers especiais são servidos no prato, mas calma, isso não significa que você deve usar garfo e faca para comer.

Esse é o Double Trouble, ótima apresentação, cuidadosa e bem detalhista. Eles levam bem a sério o ditado que o cliente come com os olhos. Gostamos disso, demonstra cuidado e capricho.

Double Trouble - Meats

Hora de provar. Primeiro o pão, estava macio e muito gostoso. Chapeado e bem selado. Melhorou bastante, suportou bem o hambúrguer e ainda acrescentou sabor ao conjunto.

Double Trouble - Meats

Ambos os burgers pedimos ao ponto, pois sabemos que a carne no Meats vem realmente vermelha. Para quem não sabe, não existe a definição “o ponto da casa” é vermelho ou rosa. Esse é um erro que algumas hamburguerias cometem, até mesmo sem perceber.

Double Trouble - Meats

Por convenção, os pontos de carne são: selado, mal passado, ao ponto e bem passado. É admissível ao ponto para mal passado e ao ponto para bem passado, seriam intermediários. E cada um deles tem uma faixa de temperatura que os definem – veja nossa matéria que explica tudo sobre como fazer um hambúrguer e os pontos da carne.

Já sabem o que aconteceu? Erraram o ponto. E é lógico que isso aconteceria, quando pedimos um hambúrguer ao ponto ele deveria vir rosado no meio e suculento. Em um hambúrguer ao ponto, não há carne crua ainda em hipótese alguma. Os dois hambúrgueres vieram mal passados e com a desculpa de que o “ao ponto” da casa é assim. Como o cliente vai adivinhar? Por isso que ponto de carne é um padrão, precisa ser igual em todos os restaurantes do mundo.

Nós até gostamos de hambúrguer ao ponto para mal passado, mas quando está completamente mal passado a gordura da carne acaba nem deretendo, perde sabor, perde consistência. E foi o que aconteceu.

A carne não estava suculenta, praticamente selado por fora e por dentro a carne estava quente, mas ainda crua.

A combinação do Double Trouble é harmoniosa, a cebola estava picante demais, podia ser mais suave e era equilibrada pelo queijo stracciatela e pelo picles doce que trazia o ácido e o doce ao conjunto.

O Palha era um conhecido nosso, uma receita com coentro, que é o ingrediente que mais se destaca. Nós adoramos. Mais uma vez a montagem estava impecável, dava gosto de olhar e vontade de comer.

Palha - Meats

Palha - Meats

O queijo catupiry é cremoso e quentinho. E a mandioquinha palha dá um toque visual e o crocante ao conjunto. Mas percebemos que poderia estar um pouco mais crocante.

Palha - Meats

O ponto da carne era o mesmo do outro hambúrguer, consequentemente com o mesmo erro. Uma pena.

Ponto dos hambúrgueres - Meats

O Meats já foi uma referência de hambúrguer para gente, mas hoje notamos que têm alguns pontos a melhorar. E sabemos que o chef Paulo Yoller realmente sabe fazer um hambúrguer incrível. Hoje achamos os preços um pouco fora de contexto, principalmente pelo que é entregue. É um hambúrguer bom, mas não encanta.

    Avaliação do Guia do Hambúrguer

  • hambúrguer3 estrelas
  • maionese(não avaliada)
  • porção3 estrelas
  • atendimento2,5 estrelas
  • espera (nenhuma)
  • cheese burgerR$ 27,50
  • preço(de R$ 50,00 a R$ 60,00 por pessoa) (de R$ 50,00 a R$ 60,00 por pessoa)
  • As avaliações do Guia do Hambúrguer são feitas sem aviso e sem conhecimento do estabelecimento, pagamos nossa conta e assim podemos falar a verdade.

Meats

R. dos Pinheiros, 320 – Pinheiros
São Paulo, SP
Telefone 2679-6323
delivery não

Meats – Pinheiros, São Paulo

OFERECIMENTO

O Meats é uma das lendas do hambúrguer em São Paulo. Quando o chef Paulo Yoller abriu o Meats, foi uma das primeiras hamburguerias que trouxe para o hambúrguer ingredientes da gastronomia contemporânea. Esse é o estilo da casa.

Fachada - Meats

Essa mistura deu muito certo, foi uma evolução na passagem do Paulo do Butcher’s Market para o Meats.

Cardápio - Meats

Hoje, o Meats continua na mesma linha, em seu cardápio há os hambúrgueres tradicionais, chamados de Back to Basics:

  • Hamburger, pão de forma, hambúrguer, cebola roxa e picles por R$ 22,00.
  • Cheeseburger, pão de hambúrguer, hambúrguer, cheddar inglês, acompanha maionese e picles por R$ 27,50.
  • BLT, pão de hambúrguer, hambúrguer, cheddar inglês, alface, tomate e bacon por R$ 31,00.

Cardápio - Meats

E o Chef’s Choice, com opções mais sofisticadas entre os ingredientes e as combinações:

  • Big Apple, pão de hambúrguer, hambúrguer, muçarela, honey-wasabi sauce e ma;cão verde laminada por R$ 31,00.
  • Palha, Pão de Hambúrguer, hambúrguer em cama de talo de coentro e pancetta, catupiry e mandioquinha palha por R$ 32,00.

Cardápio - Meats

E ainda tem um display de mesa que ajuda a escolher o ponto do hambúrguer, sensacional:

Display de mesa ilustrando o ponto dos burgers - Meats

Nossa visita foi à casa onde tudo começou, na rua dos Pinheiros. Hoje, existe o segundo endereço que fica na Al Lorena, na mesma casa onde antes era o Rockets.

Ambiente - Meats

O ambiente das duas casas são muito parecidos, luz baixa, teto em madeira, mesas, sofás e alguns desenhos que tem como personagem o porco, quase um símbolo da casa.

Ambiente - Meats

Ambiente - Meats

Fizemos nosso pedido, o garçom avisou que o hambúrguer ao ponto já viria sangrando. Ponto positivo, é assim que gostamos.

Um dos eleitos foi o BLT e o outro o EAT, Meats Mario! Como acompanhamento, a clássica porção de fritas e sweet fries por R$ 25,00.

A porção foi a primeira à chegar. Quantidade suficiente para até 3 pessoas, a apresentação não foi o forte. As batatas estavam quentes, mas não muito crocantes. Apesar de gostarmos da mistura das batatas tradicionais com as doces, decepcionaram. Faltaram sabor e principalmente crocância. Precisam corrigir urgente, ainda mais pelo preço cobrado.

Sweet Fries - Meats

Os burgers chegaram pouco tempo depois. O EAT, Meats Mario é servido em um prato. A apresentação lembra pratos da cozinha contemporânea. Mas não estava impecável como deveria.

Eat, Meats Mario - Meats

A coroa do pão, parte de cima, estava enrugada, parecia que o pão havia sido embalado quente e umedeceu.

Eat, Meats Mario - Meats

O hambúrguer veio sob um disco de parmesão e o molho por cima de tudo. Segundo o cardápio, é o melhor molho da sua vida, mas não tínhamos esta expectativa. Estava muito gostoso, mas não cumpriu o prometido. 😉

O BLT veio servido em uma cestinha, assim como muitos burgers em Nova Iorque. Vem aberto e com três tiras de bacon crocantes por cima.

BLT - Meats

O bacon realmente estava muito bom, crocante e saboroso, pra ninguém botar defeito.

BLT - Meats

O ponto da carne estava perfeito, bem vermelho e sangrando por dentro. Todas as hamburguerias deveriam servir desta forma. Quem quiser, pode pedir ao ponto para bem passado ou bem passado. Mas não faça isso, se está acostumado a pedir bem passado, experimente ao ponto para bem passado e veja a diferença no sabor e suculência. Logo se acostuma e vai querer o ao ponto, vermelhinho. Pode acreditar.

BLT - Meats

A carne estava com a textura bem correta, suculenta e com a quantidade de gordura boa. Não estava tão saborosa como esperávamos, mas estava boa.

O queijo e os demais ingredientes vieram em boa quantidade. O que decepcionou mesmo foi o pão. Mesmo sendo selado, a parte de baixo encharcou bastante com o suco da carne. No final, o pão estava totalmente molhado. O sabor do pão era bem neutro, mas não comportou o hambúrguer como deveria. Precisam melhorar urgente.

O Meats já foi o campeão do nosso ranking em 2013. Continua servindo um bom hambúrguer, mas não é como no início.

A casa está na hora de trazer novidades no cardápio e voltar à excelência que sempre teve. Caprichar na apresentação e prestar mais atenção ao detalhes, fazem toda a diferença.

    Avaliação do Guia do Hambúrguer

  • hambúrguer3,5 estrelas
  • maionese3 estrelas
  • porção2 estrelas
  • atendimento2,5 estrelas
  • espera 10 minutos
  • cheese burgerR$ 27,50
  • preçode R$ 40,00 a R$ 50,00 (de R$ 40,00 a R$ 50,00 por pessoa)
  • As avaliações do Guia do Hambúrguer são feitas sem aviso e sem conhecimento do estabelecimento, pagamos nossa conta e assim podemos falar a verdade.

Meats

R. dos Pinheiros, 320 – Pinheiros em São Paulo, SP em São Paulo, SP
Telefone 2679-6323 – delivery: não

Burger Crawl: 1 noite, 6 hamburguerias e muitos burgers em São Paulo

OFERECIMENTO

Burger Crawl
Tudo foi inspirado no conceito inglês de pub crawl, que significa um tipo de passeio ou tour por vários pubs ou bares com a finalidade de beber bastante em apenas uma noite. Pode ser feito por uma ou mais pessoas e usando transporte público ou próprio.

Quem acompanha nosso Instagram @guiadohamburguer ou nosso Facebook www.facebook.com/guiadohamburguer deve ter visto os posts sobre nossa mais nova loucura: visitar 6 hamburguerias em uma noite, um burger crawl.

Junto com nossos parceiros do @clubedohamburguer e @burgerfestoficial, montamos um roteiro do nosso burger crawl que fosse possível ser feito em São Paulo e só com hambúrgueres que realmente gostamos. Elegemos 5 hamburguerias e para finalizar fomos convidados a experimentar o hambúrguer preparado pelo @joaogferraz feito com dry aged, carne maturada a seco em que o sabor e a gordura se concentram mais do que uma carne fresca.

Holy Burger

Começamos nosso roteiro às 19h30 no Holy Burger (veja a matéria que fizemos na inauguraçãohamburgueria que fica no centro da cidade e que vem representando muito bem o hambúrguer paulistano.

A regra que definimos era pedirmos sempre um cheeseburger, sabe por que? Cheeseburger não mente. Conseguimos saborear a verdadeira combinação de pão, carne e queijo oferecida pela casa. A segunda e última regra era pedir um hambúrguer com o nome da casa ou que fosse uma especialidade, queríamos os melhores.

No Holy Burger o escolhido foi o que leva o nome da hamburgueria, Holy Burger com hambúrguer de 160g, queijo, molho de tomates frescos, bacon e maionese no pão tradicional por R$ 25,00. O ponto também era uma unanimidade, ao ponto para mal passado – nem precisava de regra. 😉

Holy Burger - Burger Crawl

Holy Burger - Burger Crawl

Cheeseburger - Burger Crawl

Cheeseburger - Burger Crawl

Os pontos fortes do Holy Burger são as combinações dos hambúrgueres, preço acessível e ponto da carne. Além do ambiente super descolado.

Meat Choppers

Próxima parada era o Meat Choppers em Pinheiros –  veja nossa avaliação. Chegamos e sentamos, sem espera. Uma das nossas preocupações era ter que esperar para comer, isso poderia estragar a noite.

Escolhemos o burger chamado Original BBQ Burger com hambúrguer, queijo cheddar, molho barbecue, bacon e uma torre de onion rings por R$ 31,00. Chegou razoavelmente rápido, partimos para as fotos e bora destruir o burger.

Original BBQ Burger - Burger Crawl

Cheeseburger - Burger Crawl

No Meat Chopper consideramos os pontos fortes o tamanho do hambúrguer, maionese deliciosa e as onion rings muito bem temperadas.

Meats

Ao lado, mora uma hamburgueria conhecida do público e tem quase o mesmo nome Meats veja nossa avaliação. Esta é idealizada pelo chef famoso por seus burgers, Paulo Yoller.

Assim que chegamos demos de cara com o Paulo, que já perguntou se gostaríamos de provar as novidades. Lógico, por que não? Então a sugestão foi um novo burger chamado PBBB Peanut Butter Bacon Burger, hambúrguer de 180g, manteiga de amendoim, bacon e picles. A primeira vista parece estranho, mas já havíamos feito uma receita com manteiga de amendoim e tínhamos gostado bastante.

PBBB Burger - Burger Crawl

PBBB Burger - Burger Crawl

O mais legal desta combinação é o contraste do picles com a manteiga de amendoim e bacon. Ficou muito bom e super diferentes – aprovadíssimo.

O que mais gostamos no Meats é a inovação nos burgers, carne alta e sempre com ponto muito correto.

AÉ Sagarana

De Pinheiros para a Vila Madalena, próxima parada é o AÉ Sagarana. Além das muitas cervejas, a casa é famosa pelos burgers, principalmente o chulé, feito com crispy de couve. Esse foi o escolhido, hambúrguer, queijo blue cheese, crispy de couve e bacon.

Chulé - Burger Crawl

Chegou e o ponto estava perfeito, suculento, vermelho por dentro – realmente uma delícia. O mais divertido é que chama muito a atenção.

Simplão - Burger Crawl

O AÉ Sagarana se destaca pela apresentação dos burgers, carne saborosa e enorme carta de cervejas.

12 Burguer & Bistrô

O 12 Burguer e Bistrô era a última hamburgueria, mas não o último hambúrguer veja nossa avaliação. Um dos nossos burgers preferidos, confira a posição no ranking. O cardápio não é grande, mas é suficiente, fomos de English Breakfast, hambúrguer, queijo cheddar inglês, tomate, bacon e maionese.

English Breakfast - Burger Crawl

Cheeseburger - Burger Crawl

Sem dúvida o hambúrguer é muito saboroso e grelhado, pra gente faz toda a diferença. A combinação também é ótima e tradicional, não precisa inventar muito para fazer um hambúrguer gostoso e com ponto perfeito. Voltaremos para comer o hambúrguer com ragu de rabada, delicioso também.

Casa Carbonara

É, nossa noite estava chegando ao fim, faltava o último hambúrguer na #casacarbonara preparado pelo @joaogferraz. Super gente boa e nos recebeu muito bem. O blend da carne estava pronto, foi o tempo de bater o hambúrguer (veja como fazer um hambúrguer), moldar e levar para a chapa.

O truque é fazer com que a carne em contato com a chapa bem quente crie uma crosta crocante com a caramelização do hambúrguer. Por cima, só o cheddar inglês que derreteu perfeitamente. Aqui não fazia o menor sentido colocarmos outros ingredientes, a ideia era sentir o sabor da carne dry aged.

Dry Aged por @joaogferraz - Burger Crawl

Dry Aged por @joaogferraz - Burger Crawl

Conclusão, na nossa opinião estava perfeito. Precisa de mais algum comentário?

Quer fazer um burger crawl? Convide seus amigos, convide o Guia do Hambúrguer, estamos dentro. Os ingredientes são fome, hambúrguer e boas conversas.

Meats – Pinheiros

OFERECIMENTO

Muito se tem falado sobre o Meats desde sua inauguração em novembro de 2012. Paulo Yoller, ex Butcher`s Market é o chef responsável e idealizador dos hambúrgueres. A casa vem com força total na corrida para o melhor hambúrguer de São Paulo, cada vez mais disputada e por mais concorrentes de peso. E o melhor, o estilo desta nova hamburgueria é próprio e diferenciado, promete.

Desde a fachada, o Meats exibe uma decoração ousada e nitidamente inspirada no graffiti – a arte das ruas.

Fachada - meats
AMBIENTE
Ao entrar, nos deparamos com uma grande mesa com cadeiras azuis e um enorme luminoso à esquerda escrito Meats, onde fica o bar. O salão é bem grande, mas metade dele é ocupado pela cozinha que fica dentro de uma espécie de container de inox onde saem os hambúrgueres por uma pequena “janela”.

Ambiente - meatsAmbiente - meats
Ambiente e cozinha à direita - meatsCozinha - meats
Ambiente - meatsAmbiente - meats
Sentamos e observamos que nas mesas ficam um ketchup Hunts e mostarda Heinz dentro de uma marmita de alumínio, combinando com a ousada decoração.

Ambiente - meatsKetchup Huntes, mostarda Heinz e guardanapo em uma marmita de alumínio - meats
Logo que sentamos fomos servidos de uma jarra de água com dois copos, tradição em restaurantes norte americanos e pouco praticada no Brasil. A água filtrada é uma cortesia da casa, que não tem medo de agradar os clientes e diminuir a venda das bebidas pagas.

CARDÁPIO
O cardápio é simples, impresso em preto e branco numa folha única. Muitos termos em inglês, pode confundir quem não está habituado com o idioma. Mas normalmente uma explicação logo abaixo esclarece o que possa ser duvidoso.

Cardápio - meats
Para a entrada (starters), onion rings empanadas na farinha panko para deixar super crocantes por R$ 18,00, fries e sweet fries (mix de batatas e batata doce) por R$ 18,00, Chicken Hot Wings (asinhas e coxinhas de frango em molho picante) por R$ 22,00 entre outras.

Cardápio - meats
Como prato principal, algumas opções de hot dog simples que variam entre R$ 13,00 e R$ 20,00 os mais incrementados com maionese, picles e bacon. Para quem gosta de uma opção saudável existem 4 tipos de salada com preços em torno de R$ 20,00.

Cardápio - meatsCardápio - meats
Para gente o que importa mesmo são os hambúrgueres, a estrela da casa. Para quem quiser começar dos mais simples vá direto à opção “Back to basics”, lá estão as variações básicas de hambúrguer:

Hamburger: pão de forma, hambúrguer, cebola roxa e picles por R$ 18,00
Cheese Burger: pão de hambúrguer, hambúrguer, cheddar acompanhado de maionese e picles por R$ 21,00
BLT: pão de hambúrguer, hambúrguer, cheddar, alface, tomate e bacon por R$ 24,00

Cardápio - meats
A única coisa estranha nesta parte do cardápio é que se você quiser trocar o queijo que vem no hambúrguer, paga R$ 2,00, desnecessário em nossa opinião.

Fomos direto à parte do cardápio chamada de “Chef’s choice”, às sugestões da casa. Destacamos:

Big Apple: pão de hambúrguer, hambúrguer, mussarela, honey-wassabi sauce e maçã verde laminada por R$ 28,00
Zucchini: pão de hambúrguer, hambúrguer, queijo de cabra bouchete, zucchino na chapa, coulis de hortelã e bacon por R$ 28,00
Pimentão: pão de hambúrguer, hambúrguer, pimentão vermelho grelhado, gremolata, blue cheese e bacon por R$ 29,00

Cardápio - meats
Cardápio - meats
E quem gostar de cerveja, uma lista com 13 rótulos especiais e diferentes a preços de R$ 15,00 a R$ 19,00 cada. Ou milk shakes feitos com sorvetes Häagen-Dazs e de receitas inusitadas, por exemplo: milk shake de Guiness com Kack Daniels por R$ 40,00 e milk shake de doce de leite de vaca Jersey e café coado raposeiras por R$ 25,00.

Cardápio - meatsCardápio - meats
Para completar, as sobremesas. Quatro opções simples e sofisticadas são suficientes facilitam a escolha:

Pudim da mãe (pudim de leite condensado caseiro) por R$ 12,00
NY cheesecake (cheesecake com crosta de castanhas e geleia do dia) por R$ 16,00
Chocolicious (barra de chocolate belga, nougat e pasta de amendoim) por R$ 13,00
Sorvete häagen-Dazs (macadâmia, chocolate belga e valina) por R$ 15,00

Cardápio - meats
PEDIDO
Nosso pedido de hoje foi um cheese burger, um hambúrguer da Chef’s choice o pimentão – pão de hambúrguer, hambúrguer, pimentão vermeho grelhado, gremolata, blue cheese e bacon e para a entrada uma porção de fries, um cheese burger: pão de hambúrguer, hambúrguer, cheddar acompanhado de maionese e picles, para completar uma porção de sweet fries (batata e batata doce).

BEBIDA
Antes de tudo chegaram as bebidas, pedimos o guaraná orgânico Wewi. É bem leve e com pouco gás, sabor bem gostoso, sem sódio e sem conservantes. Foi uma ótima escolha, mas o preço é um pouquinho salgado R$ 8,00 – nós gostaríamos de produtos bons e sempre em preço acessível. ★ ★ ★ ★ Recomendamos!

Guaraná orgânico Wewi - meats
PORÇÃO
Em menos de 10 minutos a porção chegou. O tamanho é ideal, servem 2 pessoas sem aperto. Servidas em uma cestinha de plástico sobre um papel personalizado, bem ao estilo americano. Mas é fato que passaram um pouquinho do ponto da fritura, algumas estavam levemente queimadas nas pontas. ★ ★ ★ Poderia ser melhor!

A casquinha roxa diferencia as batatas doces das salgadas, é uma porção mista e bem rara de encontrar nas hamburguerias de São Paulo. Estavam quentes, crocantes e saborosas – apesar do erro.

>

Guaraná orgânico Wewi - meats
HAMBÚRGUER
Os hambúrgueres demoraram mais a chegar. O hambúrguer básico é servido também na cestinha, porção de maionese à parte. Aliás, A maionese no Meats sempre é servida desta forma, ponto positivo em nossa opinião. Um picles de pepino também acompanha o hambúrguer.

cheese burger: pão de hambúrguer, hambúrguer, cheddar acompanhado de maionese e picles - meatscheese burger: pão de hambúrguer, hambúrguer, cheddar acompanhado de maionese e picless - meats
O outro hambúrguer que faz parte do “Chef’s choice” é servido em um prato redondo e grande. A apresentação é nitidamente mais caprichada e segue a linha de pratos sofisticados de grandes restaurantes, quase uma obra de arte.

Pimentão: pão de hambúrguer, hambúrguer, pimentão vermelho grelhado, gremolata, blue cheese e bacon - meats
A carne do hambúrguer vem montada sobre o pimentão, coberta de queijo gorgonzola e duas fatias generosas de bacon crocante dão acabamento e sabor. O toque final é a gremolata que vem bem no centro e é feita de alho, salsa e limão.

Pimentão: pão de hambúrguer, hambúrguer, pimentão vermelho grelhado, gremolata, blue cheese e bacon  - meats
O ponto da carne é prioridade da casa, o garçom sempre pergunta e avisa que ao ponto vem bem vermelho. O nosso veio rosado, ate podia estar um pouquinho mais avermelhado. Mas com certeza acertaram o ponto. A carne do hambúrguer é grosso e suculento, carne aerada, gostosa e temperada na medida, deixando o sabor da carne sobressair. ★ ★ ★ ★ ★ Com certeza recomendamos!

Ponto da carne - meats
O bacon estava crocante, suave e saboroso. Tudo que um bacon tem que ser. O blue cheese vem por cima da carne, textura que esfarela e apesar do gosto característico, estava suave e combinou bem com o conjunto.

A gremolata foi além da apresentação e deu o toque final, leve sabor marcou presença no conjunto.

O pão é macio e leve, antes de colocar o hambúrguer foi chapeado para não absorver tanto o caldo da carne, cumpriu.

MAIONESE
Infelizmente a maionese de horseradish definitivamente não é gostosa. Horseradish é um tipo de raiz forte, que não é wasabi, apesar de serem parentes. Esta versão de maionese tem cor mais escura, consistência mais próxima de um molho e o sabor não agradou definitivamente. A maionese extra estava bem mais gostosa e suave. Ambas vêm em pouca quantidade. ★ ★ Precisam melhorar!

Maionese de horseradish - meats
SOBREMESA
A sobremesa foi um cheesecake com geleia de framboesa. Estava leve, uniforme e de sabor suave, assim como um belo cheesecake tem que ser. A geleia completou com o sabor azedinho e compos uma excelente opção para encerrar a refeição. ★ ★ ★ ★ ★ Com certeza recomendamos!

Cheese cake com geleia de frramboesa - meats
CONCLUSÃO
O Meats é uma hamburgueria sofisticada, de clientela jovem e moderna. O clima acompanha e no segundo andar vão inaugurar um bar de Jazz, proposta bem interessante. Achamos o cardápio com muitos termos desconhecidos, facilitaria para o público em geral explicar melhor, já que muitos ingredientes são bem comuns, estão só escritos de forma mais rebuscada ou em inglês.

O atendimento foi um pouco devagar, a casa não estava cheia no início e houve uma certa desatenção por parte dos garçons no momento do pedido e da chegada dos hambúrgueres. Só a porção chegou rápido, mas com um erro de preparação.

Ainda precisam afinar algumas partes, apesar de deixarnos a casa entrar no eixo para fazermos uma avaliação justa, obviamente o começo é mais difícil, mas está no momento de entregarem excelência, porqueq o preço não é nada modesto.

Realmente encontramos mais um hambúrguer diferenciado, caprichado e feito por que realmente gosta do prato. Esse é um dos diferenciais mais importantes e que facilita a busca da perfeição.

    Avaliação do Guia do Hambúrguer

  • hambúrguer4 estrelas
  • maionese2 estrelas
  • porção3 estrelas
  • atendimento3 estrelas
  • espera (não houve)
  • estacionamento Estacionamentos particulares custam por volta de R$ 15,00. Estacionar na rua é possível aos finais de semana ou à noite.
  • preçode R$ 50,00 a R$ 60,00 (de R$ 50,00 a R$ 60,00 por pessoa)

As avaliações do Guia do Hambúrguer são feitas sem aviso e sem conhecimento do estabelecimento, pagamos nossa conta e assim podemos falar a verdade.

Meats

R. dos Pinheiros, 320 – Pinheiros em São Paulo, SP em São Paulo, SP
Telefone 2679-6323 – delivery: não