Arquivo da Tag: Hambúrgueres avaliados

Fazemos avaliação de hamburguerias, lanchonetes e restaurantes. Veja o cardápio com preços, endereço, telefone, delivery, mapa e fotos no Guia do Hambúrguer.

Dock Burger – Tatuapé, São Paulo

Já provamos algumas vezes o hambúrguer do Dock Burger e sempre ficamos felizes com o resultado. Então já está mais do que na hora de avaliá-los e darmos a oportunidade de entrarem para o nosso Ranking dos 50 melhores hambúrgueres.

Fachada - Dock Burger

Aproveitamos o feriado para fazer nossa visita, no meio da tarde. A casa estava cheia mesmo assim. É fato que 13 lugares no total, sendo 3 no balcão com bancos do lado de fora da hamburgueria e 10 lugares nas mesinhas, não é difícil estar o tempo todo lotado.

Ambiente - Dock Burger

Chegamos e esperamos aproximadamente 25 minutos. Aos apressadinhos, dá para pedir e devorar em pé mesmo o hambúrguer nas mesas de apoio na calçada. Não faz o nosso estilo.

O ambiente é simples e moderno, nada com muita frescura. Os sofás e as cadeiras são bem confortáveis, ponto positivo pela preocupação com o cliente.

Cardápio - Dock Burger

O cardápio é enxuto, o Dock Burger oferece cinco opções de hambúrguer, sendo uma delas vegetariana. Destaque para a receita de falafel desenvolvida pelo “fofo” famoso @kawijian, do restaurante Sainte Marie (gastronomia árabe) – quem não conhece deveria conhecer.

Cardápio completo - Dock Burger

Nosso pedido foi um Clássico, hambúrguer, cheddar inglês, alface, tomate e maionese artesanal por R$ 22,00. E o Brooklyn, hambúrguer, cheddar inglês, bacon especial, cebola caramelada e tomate por R$ 24,00. Uma porção de fritas como acompanhamento por R$ 9,00, já com uma maionese inclusa. Maionese adicional custa R$ 3,00 a mais.

As batatas foram as primeiras a chegar, porção quase individual, servida em um copinho de papel com a maionese. Todos os pratos são servidos em descartáveis, o tamanho da casa não permite lavar louça o tempo todo.

As batatas fritas estavam bem quentes, tinham acabado de ficarem prontas. Ao mesmo tempo, estavam super secas e muuuuito crocantes. Bem temperadas e bastante saborosas, por dentro bem molinhas e saborosas.

Fritas - Dock Burger

Depois de uns 10 minutos, chegaram os burgers, servidos em um pratinho pequeno de papelão, tudo muito simples. E acreditem, isso é um elogio. Hambúrguer é comida simples e deliciosa – aproveitem sempre assim!

Os burgers vêm muito bem montados, parecem prontos para a foto.

Classic, o cheese salada da casa - Dock Burger

O Classic é o cheese salada da casa. Todos os ingredientes ficam visíveis. O queijo vem bem derretido por cima da carne, uma verdadeira pornografia. Combinação clássica é certeza de um bom resultado, principalmente quando os ingredientes são de qualidade.

Classic - Dock Burger

O ponto da carne veio exato, nesse hambúrguer pedimos ao ponto, rosado por dentro.

Ponto da carne do Classic - Dock Burger

O Brooklyn é a velha combinação da cebola caramelizada com o bacon, que mesmo sendo um clichê, todo mundo adora.

Brooklyn - Dock Burger

A carne estava muito suculenta e saborosa. Quantidade de sal ideal. A textura também estava correta, o hambúrguer estava aerado, sem se desmanchar. O pessoal está realmente fazendo um ótimo trabalho.

Brooklyn - Dock Burger

Esse hambúrguer nós pedimos ao ponto pra menos, para vir mais avermelhado. Acertaram mais uma vez.

Ponto da carne do Brooklyn - Dock Burger

A cebola caramelada estava doce, nós gostamos assim, porque cria um contraste com o salgado e defumado do bacon. Aliás, o bacon estava sequinho e muito saboroso, vale cada mordida.

O pão suportou bem o hambúrguer do começo ao fim, mas não chamou a atenção, deixou o restante dos ingredientes se destacarem.

As sobremesas são as básicas em uma hamburgueria, pudim de leite por R$ 10,00 e cremoso de chocolate por R$ 16,00. Lógico que fomos de pudim, nosso preferido. O preço não é tão em conta, mas realmente valeu a pena.

O pudim estava bem lisinho e com alguns furinhos, doce na medida certa e desmanchava na boca. A calda de açúcar caramelizado bem fininha dava o toque mais doce, praticamente perfeito.

Pudim de leite condensado  - Dock Burger

O Dock Burger, apesar de não estar no eixo das hamburguerias mais conhecidas de São Paulo, está fazendo um excelente hambúrguer no Tatuapé. E como nós procuramos sempre os melhores hambúrgueres, tivemos certeza de que esse está entre os melhores.

Hambúrguer simples, bem executado e bem pensado. E ainda, com os preços muito justos.

    Avaliação do Guia do Hambúrguer

  • hambúrguer3,5 estrelas
  • maionese3,5 estrelas
  • porção3 estrelas
  • atendimento2,5 estrela
  • espera 25 minutos
  • cheese burgerR$ 20,00
  • preço(de R$ 30,00 a R$ 40,00 por pessoa) (de R$ 30,00 a R$ 40,00 por pessoa)
  • As avaliações do Guia do Hambúrguer são feitas sem aviso e sem conhecimento do estabelecimento, pagamos nossa conta e assim podemos falar a verdade.

Dock Burger

R. Demétrio Ribeiro, 605 – Tatuapé
São Paulo, SP
Telefone 2737-8006
delivery não

Cadillac Burger – Mooca, São Paulo

O Cadillac Burger é uma hamburgueria cheia de personalidade que fica à R. Juventus na Mooca e surgiu em 2012. Já avaliamos antes, mas é sempre bom nos atualizar e ter certeza de como a casa está atualmente, por isso voltamos.

 - Cadillac Burger

Ambiente - Cadillac Burger

Confessamos que não tivemos muita sorte em outras visitas, mas na última vez que estivemos lá, apenas para curtir um hambúrguer, percebemos que estava gostoso.

Desta vez fugimos do horário da janta, a ideia foi fazer uma avaliação na hora do almoço, durante a semana. O ambiente permanece o mesmo, decoração bem descolada, muitas placas nas paredes, elementos retrô – a combinação remonta o clima das hamburguerias dos Estados Unidos.

Ambiente - Cadillac Burger

É o estilo da casa, aliás, o proprietário Tatá é um aficcionado por LowRiders, aqueles carros com suspensão a ar que pulam, sobem e descem, até em movimento. Assim como este:

Low Rider - Cadillac Burger

E esta mistura está por toda parte, desde o uniforme dos funcionários até a forma de servir o hambúrguer nas tradicionais toalhas vermelhas em xadrez.

Detalhes da decoração - Cadillac Burger

Dando uma olhada no cardápio, notamos que nada mudou desde a última visita.

Cardápio - Cadillac Burger

Os burgers e as porções sãos os mesmos.

Cardápio de entradas - Cadillac Burger

Cardápio de hambúrugueres - Cadillac Burger

Cardápio de hambúrgueres - Cadillac Burger

A vantagem da hora do almoço é que você pode escolher qualquer hambúrguer de 180g e leva um prato de salada e uma porção de fritas rústicas ou onion rings individuais por R$ 30,00 tudo. Vale muito a pena, já que o preço dos burgers variam entre R$ 27,00 e R$ 31,00.

Cardápio do almoço - Cadillac Burger

Pedimos três burgers, um foi o Chicano Pepper Burger, hambúrguer de 180g em crosta de pimenta, picles, cheddar inglês e mostarda dijon por R$ 29,00. Para pedirmos um cheesebacon, a única forma foi pedir o BLT Burger – The Legend, hambúrguer de 180g, bacon, alface, tomate e queijo por R$ 27,00 e tirar a salada. Como o cardápio é fechado, não há possibilidade de montar seu próprio hambúrguer – a não ser que seja a variação de algum pronto disponível.

O último foi o Old Fashioned Burger, hambúrguer de 180g, cheddar inglês, salada verde, tomate cereja, picles e maionese por R$ 27,50. Como queríamos cheddar inglês, pedimos o Old Fashioned e adicionamos bacon. O estranho é que o garçom avisa que o bacon vem à parte e nós mesmos é que temos que colocar o bacon no hambúrguer. Provavelmente para facilitar o trabalho da cozinha, mas não deixa de ser estranho.

O que chegou primeiro foi o prato de salada, tava bem bonita e temperada com o molho de honey mustard importado que fica em cima das mesas. Mas não tiramos fotos de salada, achamos que este não é um momento importante na avaliação. 😉

As porções individuais são bem generosas. As batatas foram servidas nas cestinhas com o visual bem caprichado. Assim que comemos, percebemos que são batatas artesanais. Além do sabor nitidamente diferente das batatas congeladas, você pode observar o tamanho e corte para se certificar que quando uma batata é artesanal, não terá o mesmo padrão das indústrializadas.

Porção de fritas individuais - Cadillac Burger

As onions rings são bem grandes e a porção serve duas pessoas tranquilamente. Estavam bem crocantes e também eram artesanais. Faltou um pouquinho de tempero na massa que empana, mas o ketchup artesanal e a maionese da casa acabam cumprindo este papel. Falando em ketchup artesanal, a receita lembra bem os ketchups que provamos nos Estados Unidos, é uma das marcas do Cadillac Burger.

Porção individual de onion rings - Cadillac Burger

Depois de algum tempo, chegaram os burgers, todos servidos em cestas de inox, acompanhados dos molhos. A apresentação mudou um pouco em relação à última vez que visitamos. Antes, os burgers vinham em pratos brancos. A apresentação ficou melhor, por outro lado, ficou pior para tirarmos as fotos.

O Chicano Pepper Burger e o BLT pedimos ao ponto. O Old Fashioned Burger ponto para menos. O Cadillac prepara seus burgers na grelha e derretem o queijo usando o maçarico.

Chicano Burger - Cadillac Burger

Chicano Burger - Cadillac Burger

O BLT se transformou no cheese bacon que queríamos, dá só uma olhada nas fatias de bacon por cima:

BLT Burger sem a salada - Cadillac Burger

Close do BLT sem salada - Cadillac Burger

O ponto da carne não foi um problema, acertaram em todos, inclusive o hambúrguer que era ao ponto para menos. A carne estava com a quantidade de sal e pimenta ideais. Experimentando separadamente a carne do hambúrguer, sentimos os sabores claramente. A textura é que estava um pouco mais moído do que o necessário, principalmente quando o ponto da carne é mais mal passado, fica mais fácil perceber.

Old Fashioned Burger - Cadillac Burger

O pão estava muito bom, sustentou o hambúrguer do começo ao fim. Mas se vocês notarem nas fotos, o cheddar não era inglês como o cardápio diz. Era um creme de cheddar, que pode até ser feito com cheddar inglês, mas não é o queijo in natura.

Old Fashioned Burger - Cadillac Burger

É muito importante que as hamburguerias realmente sirvam o que prometem. Já não é a primeira vez que o cardápio diz ser cheddar inglês e na realidade é um creme ou o cheddar não é o inglês e sim um nacional, por exemplo. Cheddar inglês hoje no Brasil é apenas o Joseph Heller, a marca que é importada da Inglaterra. Mas existe também o cheddar nacional não processado muito parecido visualmente e os processados (os mais comuns e vendidos nos supermercados e padarias).

Old Fashioned Burger  - Cadillac Burger

Voltando ao Cadillac Burger, o destaque foi o bacon, super crocante e saboroso, fez toda a diferença. A maionese servida à parte também estava muito boa. Consistência correta, tempero equilibrado – muito gostosa.

O Cadillac Burger remonta o espírito das hamburguerias gringas na cidade de São Paulo. Desde a decoração até os funcionários e os burgers, tudo é inspirado na cultura norte americana e LowRider. Consideramos uma boa opção de hambúrguer na região da Mooca, mas ainda precisa de algumas melhorias e correções.

    Avaliação do Guia do Hambúrguer

  • hambúrguer3 estrelas
  • maionese3,5 estrelas
  • porção3 estrela
  • atendimento2,5 estrela
  • espera(nenhuma)
  • cheese burgerR$ 27,00
  • preço(de R$ 40,00 a R$ 50,00 por pessoa) (de R$ 40,00 a R$ 50,00 por pessoa)
  • As avaliações do Guia do Hambúrguer são feitas sem aviso e sem conhecimento do estabelecimento, pagamos nossa conta e assim podemos falar a verdade.

Cadillac Burger

Rua Juventus, 296 – Mooca
São Paulo, SP
Telefone 2273-8074
delivery não

Burger Shop 1269 – Centro, Mogi das Cruzes

O Burger Shop 1269 é uma pequena hamburgueria localizada no centro de Mogi das Cruzes, aproximadamente 60km de São Paulo pela Rodovia Airton Senna.

Fachada - Burger Shop 1269

É curioso e até assustador o número de hamburguerias que estão abrindo ultimamente. A parte boa dessa história é que o nível das casas aumenta a cada dia, inclusive fora de São Paulo, o que é bom para todos nós que não vivemos sem um bom hambúrguer.

Nossa visita aconteceu em uma sexta à noite, por volta de 21h30. O Burger Shop 1269 estava cheio, o que é bem fácil quando se tem 18 lugares apenas.

Esperamos por cerca de 15 minutos e nos sentamos. O esquema no Burger Shop 1269 é fazer o pedido no caixa, pagar e aguardar te chamarem pelo nome. Muitas hamburguerias estão dotando este sistema por ser prático e exigir menos funcionários.

O cardápio conta com um total de cinco burgers, sendo um deles Veggie. Os preços variam entre R$ 18,00 e R$ 32,00. O Classic Cheese Burger é o mais barato, além do pão, carne e queijo, leva molho barbecue e cebola confitada. O mais caro é o Double Burger, feito para os famintos como nós, pois tem dois burgers de 160g, queijo prato, cheddar inglês, maionese, bacon e cebola confitada.

Cardápio - Burger Shop 1269

No mês de julho, foi aniversário da casa e todo final de semana tinha uma promoção, então ganhamos uma de batatas fritas individuais. \o/

Cardápio - Burger Shop 1269

Fizemos nosso pedido no caixa, um cheese burger e um double burger ao ponto, fomos avisados que o “ao ponto” da casa era bem vermelho e que o mal passado era apenas selado.

Enquanto aguardávamos, pudemos observar o ambiente. A decoração é moderna em algumas partes, mesas de madeira para duas ou quatro pessoas e dois balcões. Algumas coisas não combinam entre si, principalmente no ambiente que os clientes ficam sentados.

Até aí tudo bem, o problema é que a cozinha fica dentro do salão, então prepare-se para sentir cheiro de hambúrguer o tempo todo. Seria muito mais interessante que a cozinha fosse isolada com vidro, pois teríamos menos barulho e mais conforto aos clientes, pois ninguém gosta de sair da hamburgueria cheirando hambúrguer.

Salão com a cozinha dentro - Burger Shop 1269

Após 40 minutos de espera, os burgers chegaram. A mesa ao lado, com quatro pessoas recebeu o pedido antes que a gente, Com certeza rolou uma confusão na cozinha. 

Cheese salada acompanhado de porção individual de fritas - Burger Shop 1269

Ambos vieram servidos em uma caixinha de madeira. O cheese salada não era tão bonito assim, tamanho médio, as carnes tem 160g cada. A porção individual de batatas vieram ao lado, são batata artesanais, estavam quentinhas e crocantes. Bom agradinho aos clientes.

Cheese salada - Burger Shop 1269

O burger duplo fica realmente grande com o total de 320g de carne, sem contar o restante dos ingredientes. Infelizmente o bacon estava meio mole. E só de olhar, percebemos que o ponto da carne não estava certo. Tínhamos escolhido ao ponto e depois de duas mordidas descobrimos que estava bem passado, uma decepção. Um boi não pode morrer em vão desse jeito, né? NÃO!

Double Burger com bacon e cebola confitada - Burger Shop 1269

Hora de trocar o hambúrguer, levamos direto ao pessoal da cozinha e explicamos o ocorrido. Eles se desculparam e se prontificaram em refazer nosso hambúrguer. Reforçamos que gostávamos do ponto vermelho dentro.

Double burger Bem passado? Nem pensar... - Burger Shop 1269

Passados dez minutos, fomos servidos novamente – dessa vez acertaram em cheio.

Double Burger, o retorno - Burger Shop 1269

A montagem como um todo estava melhor, aparência de hambúrguer suculento, a carne estava realmente ao ponto, bem vermelha e suculenta. Muito boa textura e sabor, boa quantidade de gordura e selada corretamente. Achamos um pouquinho compacta, podia ser um hambúrguer mais “leve”.

Agora sim, tudo mudou! - Burger Shop 1269

O sal estava na medida certa e o queijo bem derretido, para nossa alegria o bacon estava mais crocante e saboroso. O pão macio, bem neutro e selado corretamente, mas não suportou o hambúrguer por muito tempo, depois de algumas mordidas ele encharcou.

Esse é o ponto ideal  - Burger Shop 1269

Em geral o conjunto estava muito bom, com poucos pontos negativos.

O Burger Shop 1269 não decepciona nos hambúrgueres. Gostamos muito do conjunto, os pontos fracos foram a demora na preparação, o pão e o principal o erro no ponto da carne, que foi corrigido.

Ficam nossas sugestões, principalmente o isolamento da cozinha, as mulheres com seus cabelos longos agradecem.

    Avaliação do Guia do Hambúrguer

  • hambúrguer3 estrelas
  • maionese(não avaliada)
  • porção2,5 estrela
  • atendimento2,5 estrela
  • espera15 minutos
  • cheese burgerR$ 18,00
  • preço(de R$ 30,00 a R$ 40,00 por pessoa) (de R$ 30,00 a R$ 40,00 por pessoa)
  • As avaliações do Guia do Hambúrguer são feitas sem aviso e sem conhecimento do estabelecimento, pagamos nossa conta e assim podemos falar a verdade.

Burger Shop 1269

R. Prof. Flaviano de Melo, 1269 – Centro
Mogi das Cruzes, SP
Telefone (11) 3374-2788
delivery não

Fly Burgers – Vila Israel, Americana

O Fly Burgers é uma hamburgueria temática que fica em Americana, São Paulo. Pelo nome, já sabemos que a ligação é com a aviação. Vamos saber se eles são bons de hambúrguer?

Fachada - Fly Burgers

Nossa visita aconteceu em um dia de semana, praticamente um almoço tardio – por volta de 16h (o Fly Burgers não fecha durante a tarde). Ainda era possível pedir algumas opções do cardápio especial de almoço, com algumas promoções, mas queríamos provar mesmo os burgers do cardápio regular.

Cardápio - Fly Burgers

Nosso foco era conhecer o hambúrguer tradicional da casa, que pesa 220g.

Cardápio de entradas - Fly Burgers

São 8 opções definidas pela casa usando hambúrguer bovino e os preços variam entre R$ 17,00 e R$ 27,00. Se não quiser comer carne vermelha, há uma opção de frango e outra vegetariana que custam R$ 22,00 e R$ 26,00 respectivamente.

Cardápio de hambúrguer - Fly Burgers

Nossa escolha foi o New York, hambúrguer de 220g, cheddar, bacon crocante, picles e maionese por R$ 26,00. Como acompanhamento, pedimos uma porção de batatas rústicas individuais que custam R$ 9,00.

Ambiente - Fly Burgers

O ambiente é moderno, cadeiras e colunas vermelhas dão um ar atual e bem clean. Alguns elementos, como as luminárias do bar, são temáticas e remetem à aviação. A parede é feita parecendo uma carenagem de avião, muito legal.

Ambiente - Fly Burgers

Após 10 a 15 minutos, nosso pedido chegou. O hambúrguer veio servido em um prato, junto com a porção de fritas. Vieram também os dois molhos que acompanham o hambúrguer e a batata. Uma maionese verde e um molho de alho.

Nosso pedido - Fly Burgers

Os molhos estavam em boa consistência e bem temperados. Sabor agradável, vale muito experimentá-los e comê-los com as batatas.

A porção de batatas são bem servidas, é até maior do que consideramos individual. Estavam bem crocantes por fora e macias por dentro. Realmente muito boas.

Batatas fritas - Fly Burgers

O hambúrguer é bem grande, mas não é exageradamente alto. Em diâmetro, fica levemente maior do que o pão – podem ficar tranquilos que a carne não vai faltar.

Começamos a comer e notamos que o ponto veio perfeito. Havíamos perguntado à garçonete sobre como é o “ao ponto” da casa e ela explicou que o hambúrguer vinha apenas rosado. Optamos pelo mal passado, que viria com a carne vermelha por dentro sem estar cru. Acertaram em cheio.

Hora de devorar - Fly Burgers

O sabor da carne estava gostoso, consistência correta e quantidade de gordura bem ideal. O hambúrguer é suculento, saboroso e preparado no broiler (um tipo de grelha aquecida a gás). A textura da carne é de uma moagem mais grossa, mesmo assim manteve o hambúrguer macio e fácil de comer.

O queijo estava bem derretido por cima e em boa quantidade. O bacon estava bem crocante, feito na fritadeira, então o sabor fica menos acentuado. Para completar a receita, o picles suave e a maionese, que adicionaram mais sabor ao conjunto.

Ponto da carne - Fly Burgers

O pão estava bem macio, no começo sustentou bem o hambúrguer, mas foi só coadjuvante. Da metade do hambúrguer para o fim ele começou a encharcar um pouco, devido à carne estar bem suculenta. É um ponto que poderia ser melhorado.

Já havíamos experimentado o hambúrguer do Fly Burgers food truck, sem dúvida o melhor hambúrguer que eles fazem está na hamburgueria. O ponto principal é o sabor e a suculência da carne, sem falar no ponto que veio perfeito – muito bom. Vale a visita.

    Avaliação do Guia do Hambúrguer

  • hambúrguer3 estrelas
  • maionese3 estrelas
  • porção3,5 estrela
  • atendimento3 estrelas
  • espera(nenhuma)
  • cheese burgerR$ 17,00
  • preço(de R$ 30,00 a R$ 40,00 por pessoa) (de R$ 30,00 a R$ 40,00 por pessoa)
  • As avaliações do Guia do Hambúrguer são feitas sem aviso e sem conhecimento do estabelecimento, pagamos nossa conta e assim podemos falar a verdade.

Fly Burgers

Av. Nossa Sra. de Fátima, 1279 – Vila Israel
Americana, SP
Telefone (19) 3478-5759
delivery sim

inzest porno
brazzers porno
kostenlose-pornos
die besten pornos

Hamburgueria do Sujinho, Consolação – São Paulo

Após algum tempo, voltamos à Hamburgueria do Sujinho na Consolação. A hamburgueria não é tão tradicional quanto o restaurante do Sujinho, inaugurado nos anos 60 e famoso pela sua bisteca com osso.

Fachada - Hamburgueria do Sujinho

Por incrível que pareça, assim que entramos à Hamburgueria do Sujinho, notamos que nada mudou por lá. Depois de 7 anos de existência, encontramos tudo da mesma forma que nossa primeira visita – logo após a inauguração.

Entrada - Hamburgueria do Sujinho

Parece que o negócio parou no tempo, os garçons se vestem da mesma maneira, o ambiente sofreu pouquíssimas mudanças e nem o cardápio não mudou. Mas os hambúrgueres no Brasil evoluíram muito desde 2009, vamos ver se a receita da Hamburgueria do Sujinho continua entre as melhores?

Ambiente - Hamburgueria do Sujinho

O cardápio oferece duas formas de escolher seu hambúrguer. Você pode optar entre uma das combinações da hamburgueria ou montar seu próprio hambúrguer, combinando os 36 ingredientes disponíveis que custam de R$ 1,30 a R$ 6,50 cada.

Cardápio - Hamburgueria do Sujinho

Cardápio - Hamburgueria do Sujinho

Cardápio - Hamburgueria do Sujinho

Nosso pedido foi uma porção de polenta frita por R$ 14,50, uma porção pequena de batatas fritas e o hambúrguer Mathias, hambúrguer de 160g, cebola assada em pedaços e cheddar no pão tradicional por R$ 24,64 + bacon por R$ 4,75, totalizando R$ 29,39. Antes de confirmar o pedido, questionamos o garçom se o cheddar era de bisnaga, como não era pedimos este.

A primeira a chegar e super rápido foi a porção de polenta. É bastante farta e serve facilmente até três pessoas. A aparência não era das melhores, algumas pareciam que tinham passado do ponto, estavam escuras demais.

Polenta - Hamburgueria do Sujinho

Em geral, estavam crocantes e gostosas, mas nada demais – já comemos polentas melhores. A aparência acabou não influenciando o sabor, em nenhum momento sentimos gosto de queimado.

Polenta - Hamburgueria do Sujinho

Os destaques foram direto aos dois molhos, uma maionese temperada incrível, consistência perfeita, aerada e tudo que uma maionese deve ser. O molho rosè tinha as mesmas características e muito equilibrado, levemente adocicado por conta do ketchup. Dá vontade de comer sempre mais.

Maionese verde e molho rosè - Hamburgueria do Sujinho

As batatas fritas estavam muito crocantes e bem fritas. Saborosas e artesanais, recomendamos muito que sigam nesta opção, típica batata frita de restaurante antigo (isso sim é um elogio!).

Batatas fritas - Hamburgueria do Sujinho

Pouco tempo depois, chegou o hambúrguer, servido em um prato de sobremesa e dentro de um saquinho. Assim como as tradicionais hamburguerias e lanchonetes da cidade.

Mathias Burger, hambúrguer de 160g, lascas de cebola assada, cheddar e adicional de bacon - Hamburgueria do Sujinho

Logo em seguida retiramos do saquinho apenas para ficar mais fácil de vocês verem. O hambúrguer era do tamanho do pão, o bacon veio em boa quantidade e, para completar a receita, o cheddar derretido e a cebola assada.

O pão tradicional é aquecido e prensado, como se faz desde antigamente. O queijo estava derretido sobre a cebola, era um cheddar processado, mas estava bom. A cebola tinha sabor delicado e adocicado. Inclusive esta forma de fazer a cebola está muito ligada à grelha a carvão e ao churrasco e é uma das melhores maneiras de ter uma cebola docinha e crocante.

Mathias burger sem saquinho - Hamburgueria do Sujinho

O bacon, apesar de sabor gostoso, estava “borrachudo”, assim que mordemos vinha todo o resto e acabou bagunçando um pouco na cora de comer o hambúrguer.

A carne estava ao ponto, um pouco superior ao que pedimos: ao ponto para mal passado. Bem rosada e suculenta por dentro. A textura é de uma carne moída mais fina e um hambúrguer com consistência mais compacta que o ideal.

Notamos que também faltou um pouco de gordura no blend, o que prejudicou o sabor no momento de avaliarmos a carne separadamente.

Ponto do hambúrguer - Hamburgueria do Sujinho

O sabor de grelhado não se destacou, diferente de outras vezes que comemos lá e foi nítido o sabor de defumado.

E, por último, o pão tradicional, prensado, que sustentou bem o hambúrguer do início ao fim. Porém não foi destaque, sabor neutro, acabou como um coadjuvante.

A Hamburgueria do Sujinho, apesar de não apresentar muitos erros de execução, apresenta um hambúrguer essencialmente tradicional. O que não é um defeito, mas poderia ter evoluído o blend da carne e quantidade de gordura. Se fizessem isso, usando a grelha a carvão e a maionese espetacular, teriam um produto bem superior.

O ponto mais negativo de todos é que continuam não aceitando qualquer tipo de cartão de crédito e débito, com a justificativa de não quererem repassar as taxas aos clientes. De qualquer forma, não é a hamburgueria mais barata que conhecemos, apesar de terem um preço razoável. O difícil é pagar a conta em dinheiro ou cheque, sim eles aceitam cheque.

    Avaliação do Guia do Hambúrguer

  • hambúrguer2,5 estrelas
  • maionese4,5 estrelas
  • porção3 estrela
  • atendimento2,5 estrelas
  • espera(nenhuma)
  • cheese burgerR$ 17,59
  • preço(de R$ 30,00 a R$ 40,00 por pessoa) (de R$ 30,00 a R$ 40,00 por pessoa)
  • As avaliações do Guia do Hambúrguer são feitas sem aviso e sem conhecimento do estabelecimento, pagamos nossa conta e assim podemos falar a verdade.

Hamburgueria do Sujinho

R. da Consolação, 2063 – Consolação
São Paulo, SP
Telefone (11) 3231-5207
delivery sim

St. Joe Burger House – Parque Res. Aquarius, São José dos Campos

Em uma de nossas empreitadas pelo interior de São Paulo, procurando uma hamburgueria artesanal gostosa de verdade, nos deparamos com a St. Joe Burger House em São José dos Campos.

Fachada - St. Joe Burger House

Pelas informações que tínhamos, as fotos e as opiniões de quem frequenta há mais tempo, o hambúrguer era bom desde que a casa foi inaugurada em Agosto de 2015.

Era um domingo fim de tarde. A St. Joe Burger House estava relativamente vazia, capacidade para 40 clientes aproximadamente. Há um espaço ao lado de fora, compartilhado com outros estabelecimentos – um prédio comercial chamado Pátio das Américas.

A decoração é moderna, tijolinhos aparentes, azulejos pretos e algumas placas antigas da Coca-Cola e de hambúrguer. Bem charmoso.

Ambiente  - St. Joe Burger House

As mesas são de madeira, algumas pintadas de preto, tudo bem combinado e com ar descontraído e moderno.

Ambiente - St. Joe Burger House

Assim que recebemos o cardápio, escolhemos como entrada a batata frita lemon por R$ 16,00, temperada com lemon pepper, um tempero que dá um sabor levemente azedo e picante ao mesmo tempo – limão e pimenta.

Cardápio de entradas, saladas e burgers  - St. Joe Burger House

Entre os hambúrgueres, começamos com Bacon BBQ, hambúrguer, cheddar inglês, bacon, molho barcecue e cebola caramelizada por R$ 27,00. O outro foi o Salad Burger, hambúrguer, queijo prato, alface americana, tomate, cebola e picles por R$ 27,00 também. Você pode também adicionar alguns extras ao hambúrguer escolhido.

Extras dos burgers  - St. Joe Burger House

A casa tem algumas cervejas especiais, mas fomos de chá gelado com mel e laranja, muito gostoso e diferente, adoramos.

Cardápio de bebidas  - St. Joe Burger House

A batata chegou rapidinho, porção feita para duas ou até três pessoas. A tigela é estilosa, inspirada nas louças antigas esmaltadas.

Batatas fritas temperadas com lemon pepper - St. Joe Burger House

Chegaram super quentes e impressionaram pela crocância. Corte em palito mais grosso e douradinhas, crocantes por fora e macias por dentro.

Dá água na boca só de olhar - St. Joe Burger House

E tem mais, acompanham uma porção de maionese verde. A maionese tinha uma textura perfeita e muito bem temperada – combinação perfeita.

Maionese verde - St. Joe Burger House

Os hambúrgueres foram servidos cinco minutos depois, em pratinhos de metal, forrados com papel personalizado.

A montagem de ambos é muito cuidadosa, ingrediente por ingrediente, colocados em quantidade correta e dando uma ótima apresentação aos burgers.

Burger Salad  - St. Joe Burger House

O pão era um brioche bem selado e em tamanho perfeito para a carne.

O Burger Salad estava bem saboroso, combinação clássica que não sai de moda. O diferencial do St. Joe Burger House é usar a cebola roxa e o picles, em nossa opinião é o que faz um cheese salada ficar muito superior aos convencionais.

 Burger Salad - St. Joe Burger House

O Bacon BBQ estava tão caprichado quanto o Burger Salad. Montagem bonita e com as fatias de bacon exibidas por cima do queijo.

Bacon BBQ - St. Joe Burger House

O cheddar inglês estava derretido sobre a carne. O bacon, a cebola e o molho barbecue se misturavam. Bacon bem crocante, mas passou um pouquinho, consideramos um pouco duro demais. O sabor estava gostoso, mas na combinação de ingredientes não se destacou. Apesar de termos gostado bastante dos ingredientes separadamente, em nossa opinião o molho barbecue estava sobrando nessa combinação.

Bacon BBQ  - St. Joe Burger House

Uma curiosidade é o ponto da carne. No momento do pedido, o garçom mostra uma tabelinha com quatro fotos: mal passado, ao ponto, ao ponto mais e bem passado. Escolhemos os dois burgers ao ponto e acertaram em cheio, igualzinho ao da imagem. Dica para outras hamburguerias facilitarem a escolha dos clientes.

O único detalhe é que consideramos o ponto da casa equivalente ao ponto para mal passado. Nós gostamos, a carne ainda está um pouco crua no centro. Se você não gosta, siga a legenda sem medo, eles acertam como você pedir, se não gosta da textura da carne mais crua, vá de ao ponto para mais.

Não acabamos ainda, para encerrar, pedimos um CB, hambúrguer e cheddar inglês ao ponto. Queríamos sentir os sabores e testar mais uma vez o ponto da carne, antes do veredito final.

A rapidez se manteve, ficou pronto rapidinho. Esse burger vem aberto, exibindo o cheddar inglês derretido à perfeição e o pão selado na manteiga.

Cheeseburger - St. Joe Burger House

Foi o tempo de colocar o pão sobre o burger e dar a primeira mordida, acertaram o ponto em cheio. Bem vermelho, o hambúrguer estava ao ponto para mal passado. Mas acertaram de acordo com a legenda da casa.

Cheeseburger  - St. Joe Burger House

A carne, assim como nos outros que provamos, estava suculenta e com textura bem correta. Saboroso e bem selado. Tudo feito com padrão e sem erros.

Cheeseburger - St. Joe Burger House

Pão brioche macio, sabor de manteiga bem presente e crocante por dentro devido à selagem. Suporta perfeitamente a carne, sem encharcar.

Ponto da carne - St. Joe Burger House

Sem dúvida, o St. Joe Burger House é uma hamburgueria feita por que gosta e come hambúrguer. Todos os detalhes são pensados, qualidade muito alta e realmente presta atenção no ponto da carne.

Quem não for da região e estiver passando pela Rodovia Dutra, vale o desvio de 10 minutos para comer um excelente hambúrguer e seguir viagem.

    Avaliação do Guia do Hambúrguer

  • hambúrguer3 estrelas
  • maionese4 estrelas
  • porção4 estrela
  • atendimento3 estrelas
  • espera(nenhuma)
  • cheese burgerR$ 23,00
  • preço(de R$ 40,00 a R$ 50,00 por pessoa) (de R$ 40,00 a R$ 50,00 por pessoa)
  • As avaliações do Guia do Hambúrguer são feitas sem aviso e sem conhecimento do estabelecimento, pagamos nossa conta e assim podemos falar a verdade.

St. Joe Burger House

Av. Cassiano Ricardo, 319 – Parque Residencial Aquarius
São José dos Campos, SP
Telefone (12) 3322-2512
delivery não

Underdog – Pinheiros, São Paulo

O Underdog é um pequeno bar que serve carnes preparadas na parrilla em Pinheiros. Lembra muito algumas casas argentinas e uruguaias que já visitamos. É o estilo tradicional do churrasco porteño feito em parrilla.

Fachada - Underdog

Originalmente o Underdog tinha apenas um pequeno balcão com 6 lugares do lado de dentro. Em nossa visita, além do balcão, há um espaço descoberto e adaptado na casa ao lado que pode ser usado pelos clientes.

A maioria escolhe ficar nas mesas, é compreensível. O balcão fica bem de frente à parrilla e dá para sentir o calor da brasa no rosto. Nós gostamos, então ficamos por ali. Mas nem todo mundo tem esse gosto estranho pela brasa.

Entrada - Underdog

O ambiente é uma mistura de rústico e moderno, bem peculiar. Achamos um pouco estranho a altura do balcão em relação aos bancos que deveriam ser um pouco mais altos para combinarem perfeitamente. Conclusão, não era muito confortável.

Ambiente - Underdog

O cardápio oferece entradas, carnes e hambúrgueres. Uma capa bem feia, mas o que importa se o hambúrguer for gostoso?

Cardápio - Underdog

Apesar de muito interessantes, a única entrada que realmente combinava com um hambúrguer era a porção de fritas rústicas por R$ 10,00 – bom preço.

Cardápio de entradas - Underdog

O pão com a carne custa R$ 20,00 e você escolhe os complementos que vai usar em seu burger: queijo prato, barbecue, picles, jalapeños, sour cream, queijo gorgonzola, queijo cheddar, bacon, cogumelos orientais e chimichurri. Os preços variam entre R$ 2,00 e R$ 5,00. Parece barato, né? Mas cuidado, um cheese bacon custará R$ 30,00 se usar queijo cheddar.

Cardápio de hambúrgueres - Underdog

Montamos nosso pedido. Escolhemos as batatas rústicas e o hambúrguer com queijo prato, bacon e sour cream (creme azedo). Na verdade, ficamos na séria dúvida em colocar o chimichurri da casa, mas não foi desta vez.

Observando como tudo funcionava, presenciamos o que o cardápio afirma em sua primeira página, o Underdog é um lugar que prioriza o artesanal, o feito um a um e em pequenas quantidades. É o que procuramos, pois sabemos que quanto mais a comida é feita em linha de produção, mais se distancia de uma boa comida.

Filosofia - Underdog

Nossas batatas rústicas chegaram rapidinho. Porção média e suficiente para duas pessoas. As batatas estavam super quentes e muito bem temperadas, completamos apenas com um pouquinho de sal.

Porção de fritas rústicas - Underdog

Mas não estavam tão crocantes. O sabor compensou este escorregão. Junto com as batatas, é servida uma pequena porção de maionese verde. A maionese estava muito gostosa e complementou as fritas.

Enquanto isso, acompanhamos nosso hambúrguer sendo produzido na parrilla, bem na nossa frente. Temperado apenas com sal grosso, é um disco de carne bem alto com 220g. Lembra que falamos sobre o calor da parrilla bem na sua frente?

Parrilla a 1m do balcão - Underdog

O hambúrguer é servido em uma pequena placa de madeira, apresentação rústica – adoramos. O tamanho impressiona, hambúrguer bem grande, bastante queijo, bacon e sour cream.

O pão estava quentinho, selado e bem macio. Sabor neutro e sustentou o hambúrguer com louvor do início ao fim. Ponto positivo.

Hambúrguer, queijo prato, bacon e sour cream - Underdog

O queijo estava bem derretido e o bacon levemente crocante. Boa quantidade, saboroso sem ser salgado. O sour cream foi o contraponto que trouxe à nossa combinação o sabor azedo e uma temperatura mais fria – ficou legal o contraste.

Olha o tamanho deste hambúrguer - Underdog

A carne estava no ponto exato. Quando pedimos, perguntamos sobre o ponto do parrilleiro e nos informaram que era vermelho por dentro. E assim estava.

Mais uma foto, não resistimos - Underdog

O sabor da brasa era claro e adicionou o defumado em tudo, como gostamos.

Ponto da carne - Underdog

A parte negativa foi a textura da carne. Achamos muito compacta e com pouca gordura, principalmente sendo um hambúrguer de costela que vai para a brasa.

E a falta de gordura também atrapalhou a suculência, poderia ter muito mais líquido internamente, o que traria mais sabor. De qualquer forma, o conjunto agradou.

O Underdog tem um grande potencial de ter um hambúrguer impressionante. Se tivesse um pouquinho mais de cuidado nas falhas que comentamos, poderia ser um forte candidato a figurar no grupo de elite dos hambúrgueres de São Paulo. E não é frescura, é cuidado.

A curiosidade é que a palavra “underdog” é uma expressão que significa “um adversário que tem poucas chances de ganhar uma batalha”, pra gente o Underdog tem condições de vencer várias hamburguerias, basta querer.

Por enquanto, é uma boa opção para quem curte hambúrguer na brasa, lugar alternativo e comida artesanal. E não se importa com um atendimento descontraído e distraído ao mesmo tempo. Voltaremos para experimentar uma das carnes da casa e comer mais um hambúrguer.

    Avaliação do Guia do Hambúrguer

  • hambúrguer3 estrelas
  • maionese3 estrelas
  • porção3 estrela
  • atendimento2 estrelas
  • espera(nenhuma)
  • cheese burgerR$ 22,00
  • preço(de R$ 40,00 a R$ 50,00 por pessoa) (de R$ 40,00 a R$ 50,00 por pessoa)
  • As avaliações do Guia do Hambúrguer são feitas sem aviso e sem conhecimento do estabelecimento, pagamos nossa conta e assim podemos falar a verdade.

Underdog

R. João Moura, 541 – Pinheiros
São Paulo, SP
Telefone (não tem)
delivery não

Le Jazz Brasserie, Pinheiros – São Paulo

No burburinho da R. Dos Pinheiros e compartilhando a clientela com nomes fortes do hambúrguer como Meats e Z Deli Sandwich Shop, o Le Jazz Brasserie não pode fazer feio no quesito hambúrguer. Apesar de não ser uma hamburgueria e sim uma Brasserie.

Fachada - Le Jazz Brasserie

Brasserie é uma palavra francesa que significa uma cervejaria ou um restaurante de ambiente descontraído que serve pratos simples.

O Le Jazz Brasserie tem um clima intimista e descontraído ao mesmo tempo, luz baixa e jazz como trilha sonora. É daqueles lugares que não temos a menor vontade de comer com pressa e ir embora. Uma boa escolha, se quiser levar seu CRUSH, seu paquera ou aquela pessoa que você queira que role um clima.

Ambiente - Le Jazz Brasserie

A decoração é sóbria, muita madeira e quadros com gravuras de jazz – o tema da casa. No cardápio encontramos aperitivos, entradas, saladas, sanduíches e os pratos principais – todas receitas francesas. Não entraremos em detalhes.

Ambiente - Le Jazz Brasserie

O único burger do cardápio é o Jazzburger, hambúrguer alto, gratinado com queijo camembert ou roquefort, cogumelos e bacon. Acompanhado de fritas, salada, tomate e picles por R$ 41,50. O preço realmente não é dos mais baratos, mas temos que levar em consideração os acompanhamentos (fritas e salada) e o padrão de serviço do Le Jazz Brasserie – é um restaurante.

Cardápio - Le Jazz Brasserie

Fizemos nosso pedido e depois de uns 15 minutos os burgers foram servidos.

Hambúrguer e acompanhamentos - Le Jazz Brasserie

A apresentação é muito bem executada, inclusive a salada, muito bonita, tomates descascados e muito fresca.

Hambúrguer em detalhes - Le Jazz Brasserie

Pedimos uma maionese da casa para comer com as batatas fritas. Bem temperada e saborosa, um pouco mais líquida, na nossa opinião era um aioli, que é um molho típico francês e parecido com a maionese – a principal diferença é que não leva vinagre nem mostarda.

As batatas fritas são artesanais e rústicas, cortadas um pouco mais grossas. Estavam boas, mas não chamaram nossa atenção. Mas deveriam ser um diferencial obrigatório, batatas fritas fazem parte da culinária francesa.

 - Le Jazz Brasserie

O hambúrguer estava bem montado, carne levemente maior que o pão e queijo camembert gratinado por cima.

Hora de devorar - Le Jazz Brasserie

O cogumelo estava em quantidade discreta, não foi o destaque da combinação. O bacon era levemente crocante e saboroso. O pão veio selado, ponto certo e bem neutro. Muito macio. Aliás, esse hambúrguer tem uma palavra que o define “macio”.

A carne estava no ponto exato, ao ponto para mal passado como pedimos. Vermelho por dentro, mas sem carne crua. Esse é o ponto ideal para um hambúrguer.

Ponto do hambúrguer - Le Jazz Brasserie

O sabor era muito gostoso e equilibrado. Praticamente nenhum erro. O único detalhe foi a quantidade de gordura do blend, achamos que precisa de um pouquinho mais de gordura para acentuar o sabor e aumentar a suculência.

A sobremesa não podia ser outra, escolhemos o crème brûlée, tipicamente francesa e uma de nossas favoritas. É feita com um creme de baunilha e açúcar caramelizado por cima. É bem famosa e tradicional.

Crème brûlée - Le Jazz Brasserie

O caramelo estava bem crocante e o creme bem suave. Muito gostoso, sem ser doce demais ou enjoativo. Ótima sobremesa.

O Le Jazz Brasserie é uma boa opção para comer um hambúrguer em clima de restaurante. O ambiente é muito aconchegante e bonito.

O principal para nós é ter um hambúrguer realmente muito bom, carne macia e ponto exato. E, no fim das contas, você gasta o mesmo que em muitas hamburguerias, se fizer um pedido equivalente.

    Avaliação do Guia do Hambúrguer

  • hambúrguer2,5 estrelas
  • maionese3,5 estrelas
  • porção3 estrela
  • atendimento3 estrelas
  • espera(nenhuma)
  • cheese burgerR$ 41,00 (não tem cheeseburger no cardápio)
  • preçoacima de R$ 50,00 (acima de R$ 50,00 por pessoa)
  • As avaliações do Guia do Hambúrguer são feitas sem aviso e sem conhecimento do estabelecimento, pagamos nossa conta e assim podemos falar a verdade.

Le Jazz Brasserie

R. dos Pinheiros, 254 – Pinheiros
São Paulo, SP
Telefone (11) 2359-8141
delivery não