Arquivo da Tag: cheddar

Desafio Chip’s Burger: COMA QUANTOS BURGERS QUISER por R$ 49,99 – rodízio de hambúrguer em São Paulo

OFERECIMENTO

O Chip’s Burger criou um grande sucesso: o Desafio Chip’s Burger, um novo tipo de rodízio de hambúrguer em que você pode comer quantos burgers quiser do cardápio, independente de preço, tamanho ou sabor pelo preço fixo de R$ 49,99.

Fachada - Rodízio de hambúrguer no Chip's Burger

É um novo tipo de rodízio de hambúrguer porque você faz o pedido e o Chip’s Burger prepara o hambúrguer na hora. Lógico, assim você come quantos burgers quiser e todos feitos exclusivamente para você quentinhos e suculentos.

O rodízio acontece sempre na última semana de cada mês. Em junho, o Desafio Chip’s Burger vai de de 27 de julho (quinta-feira) até 6 de agosto (domingo).

Na edição DESTE MÊS DE JULHO, o Chip’s Burger permanece com os três novos hambúrgueres ao cardápio e que estarão inclusos no Desafio Chip’s Burger:

Daniel's Burger - Rodízio de hambúrguer no Chip's Burger Daniel’s Burger, preparado no pão de brioche com um hambúrguer de 180g com blend especial de wagyu, queijo cheddar inglês e cebola puxada no barbecue e Jack Daniel’s R$ 29,99 (ou incluso no Desafio Chip’s Burger)

Pig's Burger - Rodízio de hambúrguer no Chip's Burger Pig Burger preparado no pão de brioche com um hambúrguer de porco empanado, relish de maçã verde, chucrute, cebola roxa e cebolinha por R$ 28,99 (ou incluso no Desafio Chip’s Burger)

Parma Burger - Chip's BurgerParma Burger preparado no pão de brioche com um hambúrguer de 180g com blend especial de wagyu, queijo monterey jack, crocante de presunto parma e ovo de codorna por R$ 34,99 (ou incluso no Desafio Chip’s Burger)

Cardápio- Rodízio de hambúrguer no Chip's Burger

Em uma das primeiras edições, nós do Guia do Hambúrguer, fomos convidados a criar uma receita exclusiva para fazer parte da carta de hambúrgueres da casa e poderá ser pedida exclusivamente no rodízio de hambúrguer.

Nossa receita foi baseada no nosso hambúrguer mais famoso e leva um hambúrguer de 180g moldado na hora que é levado à chapa, queijo cheddar inglês, cebola caramelizada, bacon em tiras e maionese de alho negro no pão preto.

Hambúrguer de 180g, queijo cheddar inglês, cebola caramelizada, bacon em tiras e maionese de alho negro no pão preto - Rodízio de hambúrguer no Chip's BurgerBlack Bacon, hambúrguer de 180g moldado na hora que é levado à chapa, queijo cheddar inglês, cebola caramelizada, bacon em tiras e maionese de alho negro no pão preto.

Conheça as outras opções de hambúrguer criadas pelo chef Greigor Caisley que também são sucesso garantido:

Bronx Burger, cheddar inglês, cebola caramelizada, bacon, picles e tomate - Rodízio de hambúrguer no Chip's BurgerBronx Burger, cheddar inglês, cebola caramelizada, bacon, picles e tomate.

Osaka Burger, cheddar inglês, cogumelos salteados com mel e shoyu, tomate e maionese de alho negro - Rodízio de hambúrguer no Chip's BurgerOsaka Burger, cheddar inglês, cogumelos salteados com mel e shoyu, tomate e maionese de alho negro.

Tuscany Burger, cheddar inglês, linguiça artesanal com erva doce e crispy de cebola. - Rodízio de hambúrguer no Chip's BurgerTuscany Burger, cheddar inglês, linguiça artesanal com erva doce e crispy de cebola.

O Chip’s Burger foi criado em 2007 e na época servia os hambúrgueres ao estilo clássico na Zona Norte de São Paulo. Em 2015, após uma parceria com o chef australiano Greigor Caisley adotou o hambúrguer estilo americano com carne alta pesando 180g que é moldada na hora que vai à chapa. Foi impressionante a mudança e como a qualidade do hambúrguer ficou infinitamente melhor.

Novo estilo de hambúrguer com 180g e moldado na hora - Rodízio de hambúrguer no Chip's Burger

O ambiente do Chip’s Burger é super amplo e decorado ao estilo anos 50 – bem retrô.

Ambirnte retrô - Rodízio de hambúrguer no Chip's Burger

Há mesas e sofás no salão interno e também em uma varanda na frente do salão. Tudo bem confortável. Sem esquecer que há um piso superior que acomoda ainda mais clientes nos dias de grande movimento.

Ambiente - Rodízio de hambúrguer no Chip's Burger

Chip’s Burger – Santana

Rua Doutor César, 718 – Santana, (de domingo à quinta das 11h30 à 0h | sexta e sábado das 11h30 às 2h)
São Paulo, SP
Telefone (11) 2099-2803
delivery sim

Este post é um publieditorial em que a qualidade do hambúrguer foi testada e aprovada. Nos comprometemos com a verdade em TODAS as matérias que publicamos. Para convidar o Guia do Hambúrguer para conhecer e falar sobre seu estabelecimento, entre em contato ou por e-email escreva@guiadohamburguer.com.

Busger, o ônibus escolar americano especializado em hambúrguer – Ipiranga, São Paulo

OFERECIMENTO

Fomos convidados a conhecer o Busger e experimentar os hambúrgueres grelhados que eles preparam no Ipiranga, mais especificamente na Av. Nazaré. O que mais chama a atenção é, sem dúvida, o tamanho do ônibus adaptado para se transformar em um enorme food truck, ou melhor um food bus.

Fachada - Busger

O projeto foi criado em 2014, com a união de dois amigos, os sócios Rodrigo Arjonas e Luciano Oberle. Desde 2015, com a ajuda de patrocinadores, o Busger foi criado e tem capacidade para estocar 2.000 hambúrgueres, sem contar batatas, refrigerantes e tudo mais.

Mesas e cadeiras - Busger

Inicialmente, a ideia era rodar e fazer vários eventos itinerantes por São Paulo, mas os sócios acabaram encontrando um bom ponto no Ipiranga e decidiram ficar por lá. A vantagem é que eles tem uma estrutura muito próxima de uma hamburgueria para seus clientes. Com mesas, cadeiras, cobertura e alguns confortos que um food truck estacionado na rua não tem como oferecer.

Ambiente - Busger

O visual é bem legal, fica dentro de um estacionamento, eles colocaram um piso de madeira e alguns ombrelones para ajudar na sombra. Tem capacidade para acomodar 90 pessoas.

O cardápio é até grande para um food truck, uma das vantagens de ter mais espaço é oferecer uma maior variedade. Mas é indispensável ter uma cozinha de apoio para a produção, como qualquer outro caminhão. O próprio sócio Rodrigo foi quem idealizou o cardápio com a ajuda de uma chef de cozinha, eles fizeram muitos testes para chegar no resultado que gostariam. Hoje o cardápio é bem diferente da inauguração, com mais opções.

Cardápio - Busger

No almoço, o Busger têm a promoção do combo por R$ 28,00 com hambúrguer (exceto o Bacon Supreme), batata pequena e refrigerante.

Combo - Busger

Os preços dos burgers variam entre R$ 18,00, como o Calabrês, hambúrguer de calabresa artesanal, vinagrete e queijo prato. O Shrek com bacon leva o título de mais caro, do tamanho certo da fome dos que gostam de um bom burger duplo de 160g, 2 fatias de queijo cheddar, 2 fatias de queijo prato, cebola roxa, tomate e maionese verde por R$ 32,00.

Já que estávamos lá para conhecer, acompanhamos a preparação dos burgers. Escolhemos os mais populares para mostrar o passo-a-passo para todos.

Primeiro, o chapeiro do Busger grelha o hambúrguer na churrasqueira com pedras vulcânicas, sempre usando sal grosso. Em seguida, acrescenta o cheddar para derreter.

Hambúrguer na grelha - Busger

Assim coloca o hambúrguer sobre o pão, nesta combinação o pão australiano, ele usa o maçarico para gratinar o queijo e deixar aquela crostinha por cima, um detalhe que eles não abrem mão.

Gratinando o cheddar - Busger

Esse é o resultado do hambúrguer chamado Busger, pão australiano, hambúrguer de 160g Angus, cheddar duplo gratinado, cebola caramelizada, tomate, agrião e maionese apimentada por R$ 20,00.

Esse é o hambúrguer que leva o nome do truck - Busger

Você pode também pedir uma porção de Mozzarela Sticks, porção com 10 palitos de muçarela fritos e crocantes por R$ 20,00. Nós colocamos alguns para acompanhar este burger.

Busger com mozzarela sticks - Busger

O segundo hambúrguer que provamos foi o lançamento chamado de Gourmezão, um dos mais vendidos segundo o pessoal. Este hambúrguer é montado no pão brioche, carne de 160g de Angus, geleia de pimenta, relish de pepino, queijo gouda derretido e cream cheese por R$ 25,00.

Hambúrguer com queijo gouda - Busger

O processo de montagem do hambúrguer é o mesmo, dá uma olhada no queijo gouda por cima da carne. Para quem não conhece, o queijo Gouda é aquele com a casquinha rosa, derrete muito bem e tem um sabor super suave.

Gourmezão, hambúrguer de 160g de Angus, geleia de pimenta, relish de pepino, queijo gouda derretido e cream cheese por R$ 25,00 - Busger

O Gourmezão combina o sabor azedinho do relish de pepino com o adocicado da geleia de pimenta. O cream cheese dá o toque final.

Gourmezão - Busger

Por último, o mais famoso e esperado Shrek, que começa com dois burgers grelhados, um com queijo prato e outro com queijo cheddar duplos.

Dois burgers com queijo prato e cheddar - Busger

Em seguida é acrescentado o bacon grelhado por cima de um dos burgers e a porção é generosa.

Dois burgers com bacon - Busger

Esse merece ser visto com zoom.

Zoom no bacon por favor - Busger

E, no final, você se depara com este monstro, apetitoso e que leva dois burgers, queijos cheddar, queijo prato, bacon, cebola roxa, tomate, maionese verde e custa R$ 32,00.

Shrek em carne e bacon - Busger

Conheça e aproveitem o Busger quando quiserem comer um hambúrguer grelhado, descontraído com os amigos, tomarem um chopp Baden Baden sem gastar muito. Tem bastante hambúrguer para agradar todos os paladares, inclusive vegetariano.

E vem novidade por aí, o pessoal do Busger já está montando um novo projeto que usará de base um ônibus londrino de dois andares. SERÁ INAUGURADO EM JUNHO de 2016 quando o Busger completa 1 ano.

Busger 2 andares - Busger

No segundo andar será a área em que os clientes sentam e fazem os pedidos, assim como uma hamburgueria tradicional. Super confortável né?

Segundo andar - Busger

Veja todos os lançamentos do Busger na página oficial no Facebook facebook.com/busger.official

Redes sociais - Busger

Busger – Ipiranga

Av. Nazaré, 1.765 – Ipiranga (de terça à quinta-feira das 12h às 23h | Sextas e Sábados das 12h à meia noite | Domingo das 12h às 23h | Segunda não abre)
São Paulo, SP
Telefone (11) 99553-2008
delivery não

Este post é um publieditorial em que a qualidade do hambúrguer foi testada e aprovada. Nos comprometemos com a verdade em TODAS as matérias que publicamos. Para convidar o Guia do Hambúrguer para conhecer e falar sobre seu estabelecimento, entre em contato ou por e-email escreva@guiadohamburguer.com.

Dock Burger nova hamburgueria no Tatuapé, São Paulo

OFERECIMENTO

A melhor ideia quando se abre uma hamburgueria é esquecer todas as invencionices e começar fazendo o básico muito bem feito. É isso que falta na maioria das hamburguerias. E o Dock Burger no Tatuapé acertou em cheio, focou no básico surpreendente.

A casa tem exatamente doze lugares sentados e duas mesas comunitárias na porta. Poucos lugares significam poucos pedidos simultâneos, o que ajuda e muito a entrega de hambúrgueres feitos com cuidado.

O Dock Burger foi inaugurado em fevereiro, isto é, está em período de adaptação. Mas lógico que vale a pena experimentar, queremos saber qual será o caminho que eles querem seguir.

O cardápio é tão pequeno quanto à casa, entenda como um elogio. São três diferentes hambúrgueres:

  • P.C.Q – R$ 20,00 (pão, carne e queijo)
  • Clássico – R$ 22,00 (hambúrguer, cheddar inglês, alface, tomate e maionese)
  • Brooklyn – R$ 24,00 (hambúrguer, cheddar inglês, bacon, cebola caramelizada e tomate)

Para acompanhar, uma porção individual de batatas rústicas por R$ 9,00. A sobremesa é um pudim de leite condensado por R$ 8,00. Cervejas Júpiter, Sol e Heineken. Destaque para o chá mate com limão refil por R$ 7,00. Este é o cardápio completo.

Escolhemos um Clássico e um Brooklyn sem cebola e tomate, um cheesebacon na verdade. Demorou uns quinze minutos para ficarem prontos, enquanto isso tomamos nosso chazinho.

Os burgers são servidos em pratinhos de papel e o pão vem marcado com o logo da Dock Burger. Montagem bem executada. Rende várias fotos legais.

Pão marcado com o logo - Dock Burger

A carne tem por volta de 150g e moldadas para serem mais altas e dar ponto no disco de carne. Aliás, pedimos ao ponto e veio bem vermelhinho por dentro, ponto certo e suculento.

 Clássico, hambúrguer, cheddar inglês, alface, tomate e maionese - Dock Burger

Os dois hambúrgueres estavam muito saborosos e corretos. O maior destaque foi o bacon, sabor defumado, pareceu artesanal – diferente do que encontramos nos supermercados.

Cheesebacon - Dock Burger

Hambúrguer gostoso e suculento, preço justo e ambiente descolado, o Dock Burger tem tudo para dar certo. Artesanal, bem preparado, ingredientes excelentes e preço justíssimo. Vale experimentar e voltar quantas vezes quiser, esse é um hambúrguer que vale a pena.

Cheesebacon - Dock Burger

Dock Burger

Rua Demetrio Ribeiro, 605 (de terça a sábado das 17h às 23h30)
São Paulo, SP
Telefone 2737-8006
delivery não

Burger Joint finalmente abre as portas na Consolação – São Paulo

OFERECIMENTO

É, demorou, mas agora podemos falar que a famosíssima rede norte americana de hambúrgueres Burger Joint abre suas portas na segunda (21). Mas quem sabe se você passar por lá despretenciosamente a partir de sábado (19) você não possa dar uma entradinha para experimentar?

Porta de entrada - Burger Joint São Paulo

A verdade é que depois de seis meses da nossa primeira matéria anunciando a abertura da hamburgueria tudo se concretizou.

Salão - Burger Joint São Paulo

Relembrando um pouquinho, a Burger Joint é aquela hamburgueria famosa de Nova Iorque que mora dentro do hotel Le Parker Meridian.

Ambiente - Burger Joint São Paulo

Eles quase conseguiram remontar o clima da unidade norte americana, a portinha pequena na entrada, as cortinas bordô e as mesas de madeira. A diferença é que a casa de São Paulo é um pouco mais iluminada e ainda não tem as assinaturas na parede, que em breve serão feitas pelos visitantes. Na nossa visita a casa estava novinha em folha!

mesinhas na lateral, mais aconchegantes - Burger Joint São Paulo

Quem estiver sozinho ou preferir um lugar mais rápido para comer seu hambúrguer, pode usar o balcão do lado esquerdo do espaço.

Balcão para clientes - Burger Joint São Paulo

Antes de mais nada, você chega e vai direto ao balcão para fazer o pedido.

Atendimento - Burger Joint São Paulo

O cardápio é super simples, hambúrguer R$ 23,00 ou duplo R$ 35,00 e cheeseburger R$ 25,00 ou duplo R$ 39,00. Todos os outros ingredientes já estão inclusos: alface, tomate, cebola crua, picles, ketchup, mostarda e maionese. A batata custa R$ 9,00 e o refrigerante R$ 5,00.

Cardápio - Burger Joint São Paulo

Enquanto esperávamos, demos uma conferida na grelha. Lá todos os burgers são grelhados no char broil e os queijos derretidos na salamandra. Aliás, são dois tipos de queijo exclusivos e juntos: o cheddar branco e o colby bem amarelo. Não adianta procurar para comprar, aqui no Brasil não tem à venda ao público, é receita da Burger Joint diretamente com seu mestre queijeiro.

Começamos pelo cheeseburger, nada mais justo. Vem embrulhadinho e as batatas fritas dentro do saquinho pardo.

Cheeseburger com batatas fritas - Burger Joint São Paulo

O hambúrguer apesar de ser razoavelmente pequeno, dá para escolher o ponto. Pedimos ao ponto e veio muito rosadinho, perfeito. Pão do tamanho ideal e bem suculento. A mistura do cheddar com sabor mais acentuado e o colby mais suave deu muito certo.

Cheeseburger - Burger Joint São Paulo

E para testar como é o hambúrguer completinho do Burger Joint pedimos o “The Works”, acompanhado de alface, tomate, picles, cebola roxa, ketchup, mostarda e maionese.

That Works- Burger Joint São Paulo

Burger Joint

Rua Bela Cintra, 2116/2122 – Consolação
São Paulo, SP

I Love Burger agora em dois endereços: Santo Amaro e Granja Julieta

OFERECIMENTO

Já havíamos falado sobre a I Love Burger quando inauguraram a primeira loja em 2013. Passados três anos de funcionamento, a casa deu tão certo que resolveram crescer.

Fachada da nova loja na Granja Julieta - I Love Burger

O novo endereço da Granja Julieta conta com aproximadamente 30 lugares e serve o mesmo cardápio de Santo Amaro. Em ambas as lojas, o atendimento é super atencioso e acaba criando um vínculo com os clientes assíduos.

Ambiente da nova loja na Granja Julieta- I Love Burger

A decoração é simples e aconchegante. Alguns quadros de time de futebol, luminárias vermelhas e detalhes que criam um ambiente agradável e descontraído.

Ambiente loja da nova loja na Granja Julieta

A I Love Burger também já participou de Feirinhas Gastronômicas, do maior festival de hambúrguer do Brasil o Burger Fest e também do Burger Weekend – 40h de hambúrguer durante o festival.

O conceito da hamburgueria I Love Burger é servir um hambúrguer estilo “clássicos de São Paulo” com 120g cada disco de carne. O diferencial é ir além dos ingredientes tradicionais, usando uma variedade grande de queijos e acompanhamentos – sempre praticando um preço muito justo que varia entre R$ 15,50 o cheeseburger até o maior hambúrguer da casa que custa R$ 32,85 – chamado de Empire State com 5 cheeseburgers intercalados com bacon e ovo.

A I Love Burger de Santo Amaro funcionava apenas no piso térreo e os clientes escolhiam entre as mesas ou no balcão.

Ambiente loja de Santo Amaro - I Love Burger

Ambiente da loja de Santo Amaro - I Love Burger

Agora, eles ocuparam o espaço no segundo andar da casa para acomodar os clientes que viviam esperando na fila e conseguem atender mais gente ao mesmo tempo sem perder a qualidade.

Ambiente loja XXX - I Love Burger

Facilita muito para juntar mesas maiores que normalmente vão até lá curtir o almoço da sexta-feira.

Ambiente loja XXX - I Love Burger

Acompanhamos a preparação dos burgers desde a chapa até a montagem dos burgers mais vendidos.

Hambúrguer na chapa - I Love Burger

Esses dois burgers com queijo prato são para a preparação de um dos mais vendidos da casa, o Kanguru, dois burgers de 120g cada, queijo prato, cheddar e cebola caramelizada no pão australiano por R$ 23,90.

Derretendo o queijo - I Love Burger

Dá uma olhada no resultado final do hambúrguer como chega à mesa:

Kanguru - I Love Burger

Aos que gostam de bacon crocante e dois burgers, nossa recomendação é o Jumbo, dois burgers de 120g, queijo prato, maionese da casa e bacon crocante por R$ 24,75.

Jumbo - I Love Burger

O Xerife é outra clássica combinação de hambúrguer de picanha com 150g marinado na manteiga de ervas, queijo prato, cebola crocante, maionese Dijon no Pão Australiano.

Xerife - I Love Burger

E para variar o cardápio, escolhemos o Brutus, combinação de hambúrguer com sal grosso defumado, queijo provolone empanado, alface e geleia de bacon. Super diferente e bem legal para os dias que dá vontade de comer aquele burger diferente que não tem em nenhuma outra hamburgueria.

Brutus - I Love Burger

Vai lá, conheça o I Love Burger e depois deixe sua opinião aqui nos comentários.

I Love Burger (Santo Amaro)

Rua Amador Bueno, 767 – Santo Amaro (de segunda à sexta das 11h30 às 21h)
São Paulo, SP
Telefone 2594-8845
delivery sim (de segunda à sexta ***Taxa de Entrega 10% e pedido mínimo R$ 25,00)

I Love Burger (Granja Julieta)

Rua Capitão Otávio Machado, 1252 (de segunda a sábado das 11h30 às 22h)
São Paulo, SP
Telefone 3530-0270
delivery sim (de segunda a sábado ***Taxa de Entrega 10% e pedido mínimo R$ 25,00)

Este post é um publieditorial em que a qualidade do hambúrguer foi testada e aprovada. Nos comprometemos com a verdade em TODAS as matérias que publicamos. Para convidar o Guia do Hambúrguer para conhecer e falar sobre seu estabelecimento, entre em contato ou por e-email escreva@guiadohamburguer.com.

Mc Donald’s lança o Club House tentando recuperar o espaço perdido para as hamburguerias artesanais

OFERECIMENTO

Club House, primeiro hambúrguer da linha premium Signature

Não é de hoje que o Mc Donald’s perde espaço e clientes para as hamburguerias artesanais. Só no último trimestre de 2015, o faturamente teve queda de 23,6% em relação ao mesmo período do ano de 2014. E pelo que notamos, a estratégia da rede é tentar aproximar seu produto dos hambúrgueres vendidos em pequenas hamburguerias, atraindo novamente o público.

Começou em 2011 com o lançamento da linha de hambúrguer Angus e Angus Bacon, com a carne mais alta e usando bacon tradicional em seus hambúrgueres. Depois disso, os lançamentos rodearam pequenas mudanças nos produtos, tentando atingir o público mais exigente.

Chegaram até a fazer o #EsquentaMcDia, convidando chefs famosos para fazerem suas reconstruções do hambúrguer mais famoso do Mc Donald’s, o Big Mac. Eram receitas exclusivas e teoricamente artesanais, servidas por apenas um dia em uma cozinha no formato coworking no bairro de Pinheiros.

Agora, a novidade é a criação de uma linha diferenciada, chamada Signature em que o Club House é o primeiro hambúrguer a ser servido nos restaurantes McDonald’s.

A receita leva dois burgers combinados com bacon cortado mais grosso, cheddar suave, alface crespa, tomate, cebola caramelizada e o mesmo molho especial do Big Mac em um pão tipo brioche custando R$ 24,50 só o hambúrguer e R$ 29,50 acompanhado de batata e refrigerante médio.

Consideramos o preço bem salgado, principalmente para um fast food. Pelo mesmo preço dá para comer um hambúrguer artesanal com a mesma quantidade de carne e refrigerante de latinha.

Segundo o vice-presidente de marketing do McDonalds no Brasil, “Olhamos para os hábitos de consumo e percebemos que esta é uma boa oportunidade para apresentar uma categoria de hambúrgueres mais artesanais, criados especialmente para cada cliente. Mas, vamos fazer isso sem perder a atenção em nossos clássicos”, disse em nota o vice-presidente de marketing da companhia no Brasil, Roberto Gnypek.

Falar em hambúrguer “mais artesanal” tratando-se do McDonald’s é bem difícil de acreditar. Pelo que entendemos, a ideia é que eles estão tentando fazer um produto mais próximo ao que encontramos em hamburguerias artesanais, mantendo a produção em grande escala. Esse é um desafio enorme que ninguém conseguiu até hoje no Brasil.

Já visitamos a Cidade do Alimento, onde o McDonald’s reúne a fabricação dos pães, hambúrgueres e a logística para receber e entregar os demais ingredientes às lojas. Entendemos os cuidados que eles têm para produzir os hambúrgueres e distribuí-los pelo Brasil, mantendo o padrão em todas as lojas. Tudo feito por uma logística gigante em uma indústria de alimentos.

Precisávamos experimentar o Club House para contar a vocês se eles estão no caminho certo. Por coincidência, estávamos em Santos, na primeira loja aberta na cidade em 1990. E este era um dos endereços que já tinham o Club House disponível (nem todas as lojas terão o novo hambúrguer).

Não tinha muito o que escolher, pedimos o combo e adicionamos mais bacon por R$ 1,00 – total R$ 30,50. Ficou pronto bem rápido, nos padrões conhecidos do McDonald’s.

O Club House é o primeiro hambúrguer a ser servido em uma caixinha aberta. A ideia é realmente impressionar com a aparência. Concordamos que ficou bem mais apresentável do que os outros burgers.

Apresentação - Club House McDonald's

O tamanho é relativamente grande, a carne do hambúrguer fica bem destacada. O pão é o que chama mais a atenção, brilhante e mais escuro por fora.

Detalhe do Club House - Club House McDonald's

O bacon não vem em muita quantidade, mesmo tendo pedindo em dobro, precisamos puxá-lo mais para fora na hora da foto. O sabor é bem suave, um bacon realmente cortado mais grosso e até gostosinho. A cebola caramelizada estava boa, se destacou. Os outros ingredientes não chamaram a atenção, foram meros coadjuvantes.

Club House - Club House McDonald's

As duas carnes não eram em nada diferentes dos outros burgers que já experimentamos no McDonald’s. Não estavam suculentos, eram compactos demais e com pouco sabor. O preparo é o grande vilão em nossa opinião, o hambúrguer fica pronto por um tempo aguardando o cliente pedir. Por mais que existam inúmeras regras de preparo para atender os padrões de qualidade, um hambúrguer feito na hora sempre será muito melhor. Isso acaba prejudicando muito a qualidade final.

Detalhe das carnes - Club House McDonald's

O ingrediente que mais nos chamou a atenção e estava realmente gostoso foi o pão. Levemente adocicado, ótima aparência e bem macio, ajudou muito no sabor do conjunto. E lógico, como todos os hambúrgueres do McDonald’s, o sabor mais marcante vem dos molhos usados. Já experimentou um simples pão, carne e queijo por lá?

Infelizmente a nossa saída do Mc Donald’s da Avenida Ana Costa, 340 foi um pouco conturbada. Após fotografarmos o hambúrguer, nos dirigimos ao banner na entrada da loja para fazer a foto do banner de publicidade do Club House. O gerente de plantão, segundo ele, chamado Marcelo, disse que não poderíamos fotografar o banner sem autorização. O mais estranho é que pediríamos autorização para quem? Era um banner e não uma pessoa que pudesse assinar a autorização de direito de imagem.

O banner que não podia ser fotografado - Club House McDonald's

Como estávamos um pouco distantes dele, nos aproximamos e perguntamos o motivo que não poderíamos tirar as fotos do banner. O Marcelo disse que era um ambiente privado e que por isso precisaríamos de uma autorização para fotografarmos qualquer coisa lá.

Apesar deste tipo de abordagem mal educada nunca ter acontecido conosco antes, estranhamos muito o comportamento e o tratamento ríspido que recebemos. Provavelmente o Marcelo seja um funcionário despreparado ou apenas estava de mal humor. Podia ter sido diferente, bastava se identificar e ter conversado conosco. Ainda mais que estávamos lá para prestigiar o lançamento de um novo hambúrguer e que estávamos pagando a conta como qualquer outro cliente.

Enquanto estávamos saindo, um “segurança”, que não estava uniformizado, nem muito menos quis se identificar, nos abordou. Perguntou por que estávamos tirando as fotos. Explicamos que viemos experimentar e fazer uma matéria sobre o novo hambúrguer o Club House. Ele insistiu falando rispidamente que não podíamos tirar foto nenhuma lá e que se continuássemos, chamaria a polícia – talvez para nos intimidar ou por medo. E quando pedimos o nome dele, disse que não se identificaria e que era o “encarregado” da segurança do McDonald’s. Mais um erro.

Um absurdo, um indivíduo mal educado, não uniformizado e não identificado tratando mal clientes e praticamente expulsando profissionais que estavam lá para comer e falar sobre o hambúrguer da rede. Esse comportamento é vergonhoso, principalmente quando o McDonald’s deseja se reaproximar dos clientes e atrair um público mais exigente.

Não tínhamos tempo a perder, fomos embora, nosso trabalho estava feito. Agora é ver se a estratégia do McDonald’s com a linha Signature realmente vai funcionar. Se depender do preço e do comportamento que presenciamos lá, será uma tarefa quase impossível.

Muuburger aposta em burgers exclusivos e preços moderados para se destacar no Itaim

OFERECIMENTO

A Muuburger foi inaugurada em meados de setembro de 2015 no bairro do Itaim Bibi em São Paulo. Percebemos que não foi uma das hamburguerias queridinhas das mídias, que aparecem toda semana em algum jornal ou revista. Até mesmo nós, não havíamos publicado nada sobre a Muuburger até agora. Chegou a hora de nos redimir.

Fachada - Muuburger

Não conhecíamos a casa, nem mesmo tínhamos muitas informações sobre o hambúrguer, conceito etc. Fomos até lá para experimentar em uma terça à noite. A Muuburger estava surpreendentemente vazia.

O ambiente é bem decorado, clima descolado, moderno. Quadros negros sobre o balcão, mesas e cadeiras em madeira e iluminação feita luminárias de arame sendo usadas como os spots de luz – os mesmos usados em mecânicas nos anos 80. O visual “industrial” pegou forte nas novas hamburguerias e restaurantes jovens de São Paulo. Nós gostamos.

Ambiente - Muuburger

A dinâmica da casa é ir ao balcão e fazer o pedido. Se for a primeira visita, recomendamos dar uma olhada no cardápio primeiro, pois são 5 opções de hambúrguer bovino e 1 de veggie – 5 delas são criações exclusivas da casa.

Outro detalhe são os dois “burgers do dia”, especialidades que não estão no cardápio regular. Uma era o #jalapeño, hambúrguer de 150g, queijo gorgonzola, pimenta jalapeño, tomate e maionese no pão preto por R$ 23,00. O outro hambúrguer era o #xodó, hambúrguer de 150g, queijo coalho grelhado, cebola caramelizada e agrião no pão preto por R$ 23,00 também.

Apesar de interessantes, nossa escolha foram dois burgers do cardápio diário:

  • All American, hambúrguer de 150g, cheddar inglês, bacon crocante e molho barbecue da casa.
  • Nolita, hambúrguer de 150g, gorgonzola, rúcula e compota de tomate com cebola.
    Todos os burgers do cardápio custam R$ 23,00 – ótimo custo-benefício com hambúrgueres que vão além do cheese salada.

Assim que ficaram prontos, chamaram pelo nome e retiramos. Boa apresentação, adicionamos fritas individuais por R$ 9,00 a mais (com maionese à parte inclusa). Vem tudo junto em uma bandeja de alumínio charmosa.

All American - Muuburger

É visível que os hambúrgueres são bem suculentos, com a carne mais alta, dá para pedir vermelhinho por dentro como gostamos e com o máximo de suculência possível.

A montagem não é das mais cuidadosas. Pelo que observamos, a ideia é ser uma hamburgueria gostosa e rápida, o movimento no Itaim é formado de muitos funcionários buscando almoços em menos de 1h aliados aos preços que cabem no vale refeição.

Nolita- Muuburger

Acertaram o ponto dos hambúrgueres em cheio, carne suculenta e saborosa. Pão macio, levinho e de sabores equilibrados.

All American - Muuburger

Em nossa opinião, a Muuburger acertou no peso entre o tamanho do hambúrguer, preço e ingredientes que vão além dos corriqueiros queijo prato, alface, tomate e maionese. Aos amantes dos clássicos, o cheese salada tem seu lugarzinho reservado dentre as opções do cardápio.

Quem ainda não provou, devia colocar em sua listinha de próximas hamburguerias para visitar. É bem provável que goste bastante da experiência, pagando o preço justo.

Muuburger

Rua Joaquim Floriano, 1057 – Itaim Bibi
São Paulo, SP
Horario de funcionamento Segunda à sexta das 12h às 15h e das 18h às 22h | de sábado das 12h às 23h
Telefone 3071-2098
delivery não

Classic Burger Haus faz hambúrguer gostoso, rápido e com preço justo no Itaim

OFERECIMENTO

Depois de muitos testes e um tempo em soft opening, o Classic Burger Haus finalmente abriu suas portas no bairro do Itaim. Dos mesmos donos do famigerado The Dog Haus, os irmãos Shoel agora começam uma nova empreitada, a dos hambúrgueres.

Ambiente - Classic Burger Haus

A hamburgueria fica localizada ao lado da loja original do The Dog Haus. A ideia é que seja uma hamburgueria pequena com 12 lugares. Ambiente bem descontraído e bonito.

Balcão para os hamburgueiros - Classic Burger Haus

Alguns graffitis na parede, aproveitaram bem o espaço e até o cardápio faz parte da decoração.

Graffiti na decoração - Classic Burger Haus

O conceito do hambúrguer é ser rápido e vendido a R$ 20,00. Os ingredientes são todos frescos e só há uma opção de hambúrguer no cardápio. Você pode apenas retirar ingredientes: hambúrguer de 100g, queijo cheddar ou requeijão de corte, alface, tomate holandês, cebola branca, picles e bacon caramelizado com mapple.

Cardápio - Classic Burger Haus

O ponto da casa é único, como os burgers são fininhos, a carne vem sempre rosada e sem sangue escorrendo. O pão é exclusivo da casa e vem com a marca do Classic Burger Haus estampada em cima.

Pedimos um completo, essa é a ideia. Ficou pronto bem rápido. o hambúrguer é servido em uma cestinha de plástico vermelha, típica das hamburguerias gringas. Aliás, no Classic Burger Haus tudo é inspirado nas hamburguerias dos Estados Unidos – desde a decoração até o que é servido.

Cheese salada bacon na cestinha - Classic Burger Haus

O hambúrguer é super leve e vem no ponto exato. Muito suculento, quantidade ideal de gordura e montagem impecável. Realmente nos surpreendeu. É muito bom mesmo. Entre todos os ingredientes, os que mais nos chamaram a atenção e são o diferencial da casa são o molho baseado na receita da rede de fast food In-N-Out Burger e o bacon caramelizado com mapple, crocante e adocicado.

Que fome esta imagem dá - Classic Burger Haus

Mas prepare-se para comer dois, um hambúrguer destes para quem está com fome é pouco. Outra opção é pedir uma das porções de fritas ou de onion rings, eles não preparam lá, mas trazem do The Dog Haus que fica ao lado.

Classic Burger Haus

Rua Bandeira Paulista, 406 – Itaim Bibi
São Paulo, SP
Telefone (não tem)
delivery não
(não tem site)