Meats – Pinheiros, São Paulo

De volta ao Meats, que já foi campeão do Ranking dos Melhores Hambúrgueres e, na última avaliação, deu uma caída nas posições.

O chef da casa é o famoso Paulo Yoller, que já esteve no comando do Butcher’s Market e há 4 anos abriu o Meats em Pinheiros – estourou. Nossa visita aconteceu justamente nesta unidade.

Entrada e o bar à esquerda - Meats

O horário era relativamente alternativo, domingo por volta de 16h30. Chegamos e tinha mesa disponível.

Detalhe do bar e do balcão - Meats

Demoramos um pouco para receber o cardápio. Não mudou quase nada desde a última vez que tivemos lá. Nem no ambiente, nem no cardápio. Exceto pelo cheddar, que não é mais o inglês – foi substituído pelo nacional.

 

 

 

 

Ambiente - Meats

O Meats tem o cardápio dos burgers básicos (Back to Basics), que oferece do cheese burger ao cheese salada bacon por valores entre R$ 22,00 a R$ 31,00.

Hambúrgueres básicos - Meats

Mas o diferencial da hamburgueria mora nas especialidades da casa, criações do chef Paulo Yoller. Estes burgers levam ingredientes e combinações não convencionais e acabam sendo bem interessantes. Hambúrguer não precisa ser só cheese salada ou cebola caramelizada com bacon. Mesmo tendo o cheese burger como nosso eterno favorito.

Cardápio dos burgers especiais - Meats

Fugimos do convencional e pedimos duas receitas do Chef’s Choice:

  • Double Trouble, pão de hambúrguer de mandioquinha, hambúrguer, cebola roxa caramelizada no chipotle, stracciatela (queijo de búfala) e picles doce de cebola roxa por R$ 37,00
  • Palha, pão de hambúrguer de mandioquinha, hambúrguer em cama de talo de coentro e pancetta, catupiry e mandioquinha palha por R$ 32,00

É, achamos os preços um pouco salgados, por outro lado, os ingredientes são mais complexos e com um custo mais alto, não dá para criticar, é uma questão de escolha.

Pedimos a tradicional porção de sweet fries por R$ 25,00 (inteira, tem a meia que custa R$ 16,00) uma mistura de batatas palito e batata doce frita – esse não tem desculpa, caro.

Entradas e saladas - Meats

Lógico que a primeira a ser servida foi a porção de fritas, não demorou quase nada. Percebemos que foi a porção mais correta que comemos por lá. Nenhuma batata havia passado do ponto e estavam muito bem servidas.

Sweetw Fries - Meats

As batatas estavam crocantes por fora e macias por dentro. Muito boas mesmo – surpreendeu. Falamos isso, porque em avaliações passadas o ponto fraco da casa era justamente a porção.

Em seguida, chegaram os hambúrgueres. Quando os burgers são os básicos, o Meats serve em uma cestinha igual a das batatas. Mas os burgers especiais são servidos no prato, mas calma, isso não significa que você deve usar garfo e faca para comer.

Esse é o Double Trouble, ótima apresentação, cuidadosa e bem detalhista. Eles levam bem a sério o ditado que o cliente come com os olhos. Gostamos disso, demonstra cuidado e capricho.

Double Trouble - Meats

Hora de provar. Primeiro o pão, estava macio e muito gostoso. Chapeado e bem selado. Melhorou bastante, suportou bem o hambúrguer e ainda acrescentou sabor ao conjunto.

Double Trouble - Meats

Ambos os burgers pedimos ao ponto, pois sabemos que a carne no Meats vem realmente vermelha. Para quem não sabe, não existe a definição “o ponto da casa” é vermelho ou rosa. Esse é um erro que algumas hamburguerias cometem, até mesmo sem perceber.

Double Trouble - Meats

Por convenção, os pontos de carne são: selado, mal passado, ao ponto e bem passado. É admissível ao ponto para mal passado e ao ponto para bem passado, seriam intermediários. E cada um deles tem uma faixa de temperatura que os definem – veja nossa matéria que explica tudo sobre como fazer um hambúrguer e os pontos da carne.

Já sabem o que aconteceu? Erraram o ponto. E é lógico que isso aconteceria, quando pedimos um hambúrguer ao ponto ele deveria vir rosado no meio e suculento. Em um hambúrguer ao ponto, não há carne crua ainda em hipótese alguma. Os dois hambúrgueres vieram mal passados e com a desculpa de que o “ao ponto” da casa é assim. Como o cliente vai adivinhar? Por isso que ponto de carne é um padrão, precisa ser igual em todos os restaurantes do mundo.

Nós até gostamos de hambúrguer ao ponto para mal passado, mas quando está completamente mal passado a gordura da carne acaba nem deretendo, perde sabor, perde consistência. E foi o que aconteceu.

A carne não estava suculenta, praticamente selado por fora e por dentro a carne estava quente, mas ainda crua.

A combinação do Double Trouble é harmoniosa, a cebola estava picante demais, podia ser mais suave e era equilibrada pelo queijo stracciatela e pelo picles doce que trazia o ácido e o doce ao conjunto.

O Palha era um conhecido nosso, uma receita com coentro, que é o ingrediente que mais se destaca. Nós adoramos. Mais uma vez a montagem estava impecável, dava gosto de olhar e vontade de comer.

Palha - Meats

Palha - Meats

O queijo catupiry é cremoso e quentinho. E a mandioquinha palha dá um toque visual e o crocante ao conjunto. Mas percebemos que poderia estar um pouco mais crocante.

Palha - Meats

O ponto da carne era o mesmo do outro hambúrguer, consequentemente com o mesmo erro. Uma pena.

Ponto dos hambúrgueres - Meats

O Meats já foi uma referência de hambúrguer para gente, mas hoje notamos que têm alguns pontos a melhorar. E sabemos que o chef Paulo Yoller realmente sabe fazer um hambúrguer incrível. Hoje achamos os preços um pouco fora de contexto, principalmente pelo que é entregue. É um hambúrguer bom, mas não encanta.

    Avaliação do Guia do Hambúrguer

  • hambúrguer3 estrelas
  • maionese(não avaliada)
  • porção3 estrelas
  • atendimento2,5 estrelas
  • espera (nenhuma)
  • cheese burgerR$ 27,50
  • preço(de R$ 50,00 a R$ 60,00 por pessoa) (de R$ 50,00 a R$ 60,00 por pessoa)
  • As avaliações do Guia do Hambúrguer são feitas sem aviso e sem conhecimento do estabelecimento, pagamos nossa conta e assim podemos falar a verdade.

Meats

R. dos Pinheiros, 320 – Pinheiros
São Paulo, SP
Telefone 2679-6323
delivery não