Hamburgueria do Sujinho, Consolação – São Paulo

Após algum tempo, voltamos à Hamburgueria do Sujinho na Consolação. A hamburgueria não é tão tradicional quanto o restaurante do Sujinho, inaugurado nos anos 60 e famoso pela sua bisteca com osso.

Fachada - Hamburgueria do Sujinho

Por incrível que pareça, assim que entramos à Hamburgueria do Sujinho, notamos que nada mudou por lá. Depois de 7 anos de existência, encontramos tudo da mesma forma que nossa primeira visita – logo após a inauguração.

Entrada - Hamburgueria do Sujinho

Parece que o negócio parou no tempo, os garçons se vestem da mesma maneira, o ambiente sofreu pouquíssimas mudanças e nem o cardápio não mudou. Mas os hambúrgueres no Brasil evoluíram muito desde 2009, vamos ver se a receita da Hamburgueria do Sujinho continua entre as melhores?

Ambiente - Hamburgueria do Sujinho

O cardápio oferece duas formas de escolher seu hambúrguer. Você pode optar entre uma das combinações da hamburgueria ou montar seu próprio hambúrguer, combinando os 36 ingredientes disponíveis que custam de R$ 1,30 a R$ 6,50 cada.

Cardápio - Hamburgueria do Sujinho

Cardápio - Hamburgueria do Sujinho

Cardápio - Hamburgueria do Sujinho

Nosso pedido foi uma porção de polenta frita por R$ 14,50, uma porção pequena de batatas fritas e o hambúrguer Mathias, hambúrguer de 160g, cebola assada em pedaços e cheddar no pão tradicional por R$ 24,64 + bacon por R$ 4,75, totalizando R$ 29,39. Antes de confirmar o pedido, questionamos o garçom se o cheddar era de bisnaga, como não era pedimos este.

A primeira a chegar e super rápido foi a porção de polenta. É bastante farta e serve facilmente até três pessoas. A aparência não era das melhores, algumas pareciam que tinham passado do ponto, estavam escuras demais.

Polenta - Hamburgueria do Sujinho

Em geral, estavam crocantes e gostosas, mas nada demais – já comemos polentas melhores. A aparência acabou não influenciando o sabor, em nenhum momento sentimos gosto de queimado.

Polenta - Hamburgueria do Sujinho

Os destaques foram direto aos dois molhos, uma maionese temperada incrível, consistência perfeita, aerada e tudo que uma maionese deve ser. O molho rosè tinha as mesmas características e muito equilibrado, levemente adocicado por conta do ketchup. Dá vontade de comer sempre mais.

Maionese verde e molho rosè - Hamburgueria do Sujinho

As batatas fritas estavam muito crocantes e bem fritas. Saborosas e artesanais, recomendamos muito que sigam nesta opção, típica batata frita de restaurante antigo (isso sim é um elogio!).

Batatas fritas - Hamburgueria do Sujinho

Pouco tempo depois, chegou o hambúrguer, servido em um prato de sobremesa e dentro de um saquinho. Assim como as tradicionais hamburguerias e lanchonetes da cidade.

Mathias Burger, hambúrguer de 160g, lascas de cebola assada, cheddar e adicional de bacon - Hamburgueria do Sujinho

Logo em seguida retiramos do saquinho apenas para ficar mais fácil de vocês verem. O hambúrguer era do tamanho do pão, o bacon veio em boa quantidade e, para completar a receita, o cheddar derretido e a cebola assada.

O pão tradicional é aquecido e prensado, como se faz desde antigamente. O queijo estava derretido sobre a cebola, era um cheddar processado, mas estava bom. A cebola tinha sabor delicado e adocicado. Inclusive esta forma de fazer a cebola está muito ligada à grelha a carvão e ao churrasco e é uma das melhores maneiras de ter uma cebola docinha e crocante.

Mathias burger sem saquinho - Hamburgueria do Sujinho

O bacon, apesar de sabor gostoso, estava “borrachudo”, assim que mordemos vinha todo o resto e acabou bagunçando um pouco na cora de comer o hambúrguer.

A carne estava ao ponto, um pouco superior ao que pedimos: ao ponto para mal passado. Bem rosada e suculenta por dentro. A textura é de uma carne moída mais fina e um hambúrguer com consistência mais compacta que o ideal.

Notamos que também faltou um pouco de gordura no blend, o que prejudicou o sabor no momento de avaliarmos a carne separadamente.

Ponto do hambúrguer - Hamburgueria do Sujinho

O sabor de grelhado não se destacou, diferente de outras vezes que comemos lá e foi nítido o sabor de defumado.

E, por último, o pão tradicional, prensado, que sustentou bem o hambúrguer do início ao fim. Porém não foi destaque, sabor neutro, acabou como um coadjuvante.

A Hamburgueria do Sujinho, apesar de não apresentar muitos erros de execução, apresenta um hambúrguer essencialmente tradicional. O que não é um defeito, mas poderia ter evoluído o blend da carne e quantidade de gordura. Se fizessem isso, usando a grelha a carvão e a maionese espetacular, teriam um produto bem superior.

O ponto mais negativo de todos é que continuam não aceitando qualquer tipo de cartão de crédito e débito, com a justificativa de não quererem repassar as taxas aos clientes. De qualquer forma, não é a hamburgueria mais barata que conhecemos, apesar de terem um preço razoável. O difícil é pagar a conta em dinheiro ou cheque, sim eles aceitam cheque.

    Avaliação do Guia do Hambúrguer

  • hambúrguer2,5 estrelas
  • maionese4,5 estrelas
  • porção3 estrela
  • atendimento2,5 estrelas
  • espera(nenhuma)
  • cheese burgerR$ 17,59
  • preço(de R$ 30,00 a R$ 40,00 por pessoa) (de R$ 30,00 a R$ 40,00 por pessoa)
  • As avaliações do Guia do Hambúrguer são feitas sem aviso e sem conhecimento do estabelecimento, pagamos nossa conta e assim podemos falar a verdade.

Hamburgueria do Sujinho

R. da Consolação, 2063 – Consolação
São Paulo, SP
Telefone (11) 3231-5207
delivery sim