Cão Véio – Pinheiros, São Paulo

OFERECIMENTO

Fachada - Cão Véio

Finalmente reservamos um dia para avaliar o Cão Véio. Depois de toda a exposição que o chef Henrique Fogaça teve no Masterchef, muita gente resolveu se aglomerar em seus restaurantes para conhecer sua comida.

O Cão Véio, que tem de sócios o promoter Kichi e o músico Badauí do CPM22, anda lotado faz tempo. Resolvemos fazer nossa visita em uma segunda-feira às 21h. Chegamos à rua João Moura em Pinheiros e avistamos a fila de espera. A recepcionista confirmou que demoraria aproximadamente uma hora até sentarmos.

Esperamos e ela realmente acertou, cinquenta e cinco minutos em pé para entrarmos.

Entrada - Cão Véio

Desta vez, o chef Henrique Fogaça está do outro lado do balcão. Passou a edição inteira do Masterchef avaliando e julgando a comida dos candidatos a chef amador. Hoje ele será o avaliado.

O ambiente é bem bacana, muitas fotos de cães nos quadros, um bar no meio do salão e alguns sofás nas laterais.

Quadro de cães - Cão Véio

A luz do ambiente é baixa e aconchegante. A música ambiente é um rock’n’roll, não poderia ser diferente. É uma mistura de ambiente retrô com bares gringos.

Bar no meio do salão - Cão Véio

Os detalhes com a decoração são impressionantes, desde o lustre até a pintura feita à mão nas portas de entrada.

Lustre estilo clássico - Cão Véio

Porta de entrada pintada à mão - Cão Véio

O atendimento foi meio desatento. Na mesa já havia um cardápio, mas estávamos em três pessoas. Até conseguirmos os outros dois, levou mais de dez minutos.

Os burgers estão na sessão de sanduíches. O cardápio é bem extenso, chega a ser confuso. Tem porções, saladas, omeletes, pratos e outros. Tem para todos os gostos. Tudo leva nomes de raças caninas, esse é o tema da casa.

Cardápio - Cão Véio

Entre os burgers, há opções de hambúrguer de lombo suíno, bovino, cordeiro e linguiça. Escolhemos dois deles, o Dogue Alemão, hambúrguer de carne bovina, costela de porco defumada, queijo gruyère, cebola caramelizada, tomate, agrião precoce no pão de batata. Escoltado de mandioca frita por R$ 35,00. Variamos nas opções e pedimos um outro hambúrguer de linguiça.

Cardápio - Cão Véio

O Rottweiller, hambúrguer de linguiça, queijo gouda, vinagrete de rúcula no pão de hambúrguer. Também escoltado de mandioca frita e custa R$ 30,00.

Demorou um pouco para os burgers chegarem, por volta de meia hora. A apresentação é boa, são servidos em pratos quadrados ao lado da porção. Mas não há tanto cuidado assim, a porção vem meio bagunçada no prato – simplesmente foi colocada lá.

Rottweiller - Cão Véio

O tamanho do Rottweiller é pequeno, vinagrete por cima do hambúrguer e dentro de um pão de batata. A porção de mandiocas fritas são realmente individuais, se resumem a 4 ou cinco pedaços.

Rottweiller - Cão Véio

O Dogue Alemão é preparado com um hambúrguer de carne bovina com 140g ou menos. O queijo vem em boa quantidade, cobrindo a costelinha de porco desfiada.

Dogue Alemão - Cão Véio

Por cima do queijo estão a salada e os dois tomates. O pão é bem gostoso, suportou bem a carne e é levemente adocicado.

Dogue Alemão - Cão Véio

A carne foi o que mais decepcionou. Hambúrguer fino e pequeno, mas não foi isso que atrapalhou.

Hora de comer o hambúrguer - Cão Véio

Quando fizemos o pedido, avisamos que queríamos o hambúrguer ao ponto para mal passado. Ele veio bem passado. A textura da carne é muito compacta e nada suculenta. Ficou bem longe do que esperávamos ou que consideramos um bom hambúrguer, infelizmente. Pela demora do serviço e características do hambúrguer, notamos que pedir outro não mudaria a avaliação final.

Ponto e textura da carne - Cão Véio

A costelinha, que deveria ter sido o ingrediente mais marcante do conjunto, depois do hambúrguer, acabou passando despercebida, pouca quantidade e nada que chamasse a atenção.

A porção de mandioca estava gostosa, sequinhas e crocantes. Nada de excepcional, mas um acompanhamento honesto. Só achamos que a quantidade era pouca.

Porção de mandioca - Cão Véio

Pedimos uma sobremesa, o Smoky, sorvete de Zabaglione (à base de vinho marsala) com calda quente de frutas vermelhas, praliné de castanhas e morango em pedaços por R$ 23,00.

Smoky - Cão Véio

Não deu pra dizer que a apresentação agradou, talvez tenha demorado muito para chegar depois de estar pronta. Essa é a explicação do sorvete estar tão derretido ao chegar.

Smoky - Cão Véio

Estava gostoso, mas a bola de sorvete é bem reduzida para a quantidade de calda quente.

O Cão Véio é um bar com variados pratos no cardápio. Um dos carros-chefe é o hambúrguer, mas não dá para dizer que está entre os melhores que comemos. Faltou cuidado, sabor e principalmente uma carne suculenta no ponto correto.

Quem quiser curtir um bar e outras comidas, pode ser até bom, mas não é o lugar para ir em busca de um ótimo hambúrguer. Um dia voltaremos.

    Avaliação do Guia do Hambúrguer

  • hambúrguer2 estrelas
  • maionese(não avaliada)
  • porção2,5 estrelas
  • atendimento2,5 estrelas
  • espera 55 minutos
  • cheese burger(não tem)
  • preçode R$ 40,00 a R$ 50,00 (de R$ 40,00 a R$ 50,00 por pessoa)
  • As avaliações do Guia do Hambúrguer são feitas sem aviso e sem conhecimento do estabelecimento, pagamos nossa conta e assim podemos falar a verdade.

Cão Véio

R. João Moura, 871 – Pinheiros
São Paulo, SP
Telefone (11) 4371-7433
delivery não