Burger Joint – Jardins, São Paulo

OFERECIMENTO

Depois de todo o alvoroço feito na época da inauguração do Burger Joint no Brasil, chegou a hora de avaliá-los.

Fachada - Burger Joint

Uns odeiam, outros amam, mas a fama do Burger Joint foi criada pelos brasileiros que viajam pra Nova Iorque e visitam a unidade hospedada pelo Le Park Meridien. Muitos piram ao entrar no hotel luxuoso, encontram uma hamburgueria secreta e clima underground atrás das cortinas vermelhas.

Entrada - Burger Joint

Lá, sempre tem uma uma fila de espera, você faz o pedido, paga e aguarda ficar pronto – já visitamos e gostamos. Mas nunca saímos por aí gritando que é o melhor hambúrguer do mundo. Nossa teoria é que o pessoal se impressiona pela viagem, pelo ambiente, pelo clima e acaba potencializando os sentimentos. Aliás, visitamos outros em Nova Iorque, como o Minetta Tavern e o Spotted Pig e consideramos melhores.

Ambiente - Burger Joint

Pelo que sabemos, Burger Joint não pretende ser o melhor hambúrguer do mundo. Segundo o fundador, o Steven Pipes, a ideia é servir um hambúrguer de qualidade que possa ser comido todos os dias, sem enjoar. É lógico que sabendo desta premissa, fica fácil de deduzir que trata-se de um hambúrguer com receita simples.

Ambiente - Burger Joint

A ideia era ter um único tipo de hambúrguer, que você possa tirar ingredientes. Nesta visita, percebemos que a estratégia para a loja do Brasil mudou um pouco. E com certeza a motivação foi o preço, muitos reclamavam.

Balcão - Burger Joint

Na prática, um cheese burger com 140g Angus agora custa R$ 20,00, o cheese salada (com alface, tomate, picles da casa, cebola roxa, ketchup, maionese e mostarda Dijon) custa R$ 22,00 e se adicionar bacon fica R$ 25,00. Um preço razoável, levando em consideração preço x qualidade dos produtos. Se optar por um burger duplo fica um pouco mais caro, um cheese burger duplo com 280g de carne e queijo duplo sai por R$ 33,00.

Na época da inauguração era mais caro, o hambúrguer custava R$ 23,00 e o cheese burger custava R$ 25,00. Que bom que o preço foi adequado.

Cardápio - Burger Joint

Uma porção de fritas para acompanhar o hambúrguer fica R$ 8,00. E o refrigerante R$ 5,00. O combo com o cheese salada custa um total de R$ 38,00, que na nossa opinião não é caro, pois não tem 10% de serviço – ainda levando em consideração o preço dos combos das redes de fast food – e não dá para comparar os produtos.

Cardápio de hambúrguer - Burger Joint

Nosso pedido foi um cheese bacon por R$ 23,00 e um refrigerante. Deixamos a batata pra lá, pois não são artesanais (as de Nova Iorque também não são). Outro detalhe é que o ketchup, mostarda e maionese não são artesanais, assim como fazem em todas as lojas do Burger Joint. Aos desavisados, a maionese é Hellmann’s, o Ketchup Heinz e a Mostarda Dijon Grey Poupon.

Pedimos ao ponto para mal passado, porém o atendente disse que eles trabalham apenas com “mal passado”, “ao ponto” e “bem passado”. Perguntamos como era o “ao ponto” e o “mal passado”, a resposta foi que “ao ponto” era rosado por dentro e “mal passado” era apenas selado – pedimos “ao ponto”.

Sentamos e aguardamos uns 10 minutos até nos chamarem. Pegamos o pedido no balcão e sentamos para comer. O hambúrguer vem embrulhadinho em papel branco, o tamanho é médio.

Hambúrguer e refrogerante - Burger Joint

O bacon é bem visível, assim como as duas fatias de queijo (Colby e cheddar branco) que eles usam. A realidade é que o Burger Joint ocupa a categoria de fast food premium, você consegue fazer uma refeição rápida, comendo um hambúrguer artesanal, sem muita frescura.

Cheese bacon - Burger Joint

A carne é alta, preparada no broiler. Assim que mordemos ficou nítido o sabor da grelha, muito gostoso. O ponto estava mais para bem passado do que para rosado, mas o hambúrguer ainda estava suculento. A carne estava macia, bem selada e no tamanho do pão.

Ponto do hambúrguer - Burger Joint

O pão é bem levinho, super neutro, ocupa apenas o papel do coadjuvante no conjunto. Vem selado, quentinho e na medida. O bacon poderia ser mais crocante, apesar de saboroso, poderia ser finalizado no momento do hambúrguer e acrescentaria uma textura diferente ao conjunto.

Os queijos são suaves, trazem um pouco de sabor e estavam bem derretidos. No Burger Joint, o queijo é derretido em um tipo de forno chamado de salamandra, para ganhar tempo. Só que esse processo atrapalha um pouco o ponto da carne, porque o calor é alto e o hambúrguer pode passar mais. E foi isso que aconteceu.

Apenas um cheese bacon não foi capaz de matar a fome. E queríamos testar o ponto “mal passado”, então pedimos mais um cheese burger. Sem demora ficou pronto.

Hambúrguer no broiler - Burger Joint

Entregue no mesmo padrão, mas neste, o queijo ficou bem mais bonito para a foto. A diferença mesmo foi o ponto, muito mais vermelho dentro, tava realmente bem mais suculento e saboroso. Na realidade, o ponto servido era ao ponto para menos, como gostamos e por isso ficou perfeito.

Cheese burger - Burger Joint

Então agora já saiba, se gosta do hambúrguer mais vermelho como nós, peça mal passado. Senão, peça ao ponto que não vem nada de carne vermelha.

Ponto do cheese burger - Burger Joint

O Burger Joint se mostrou uma ótima opção para um hambúrguer rápido e descontraído. O ponto forte de tudo foi o sabor de grelhado na carne, que é o ingrediente mais gostoso do conjunto – sem dúvidas. Se ainda não experimentou, vale a visita, mas alinhe as expectativas e seja realista, pois em São Paulo temos muitos hambúrgueres até melhores que o dos gringos.

    Avaliação do Guia do Hambúrguer

  • hambúrguer3 estrelas
  • maionese(não avaliada)
  • porção(não avaliada)
  • atendimento2,5 estrelas
  • espera (nenhuma)
  • cheese burgerR$ 20,00
  • preço(de R$ 30,00 a R$ 40,00 por pessoa) (de R$ 30,00 a R$ 40,00 por pessoa)
  • As avaliações do Guia do Hambúrguer são feitas sem aviso e sem conhecimento do estabelecimento, pagamos nossa conta e assim podemos falar a verdade.

Burger Joint

R. Bela Cintra, 2116 – Jardins
São Paulo, SP
Telefone 2495-1019
delivery não