Bullguer – Vila Nova Conceição, São Paulo – SP

oferecimento

De volta ao Bullguer, a hamburgueria que popularizou o conceito de smash burger no Brasil. Ser pioneiro não garante o título de melhor, então voltamos para uma nova avaliação e saber como anda o hambúrguer da casa.

Fachada  - Bullguer

Depois de nossa avaliação (leia aqui), a Bullguer abriu muitas unidades, totalizando 10 endereços diferentes incluindo cidades como Jundiaí, Barueri e Campinas. Nós confessamos que ainda não acreditamos numa expansão desse porte sem perda de qualidade, algo que seria inédito no Brasil para hamburguerias.

Nos Estados Unidos, a rede Shake Shack (saiba mais), inspiração clara da Bullguer, tem diversas lojas e consegue manter um certo padrão e qualidade em suas diferentes lojas espalhadas pelo país. Mas obviamente existe uma certa perda de padrão.

Aqui no Brasil, ainda não temos um caso de sucesso conhecido, a nossa impressão é que a Bullguer está trilhando este caminho. Porém, isso é um assunto para outra matéria.

Então, escolhemos avaliar a primeira casa da rede Bullguer, para saber se eles mantém a qualidade que conhecemos.

Fomos em uma segunda-feira à noite, depois das 22h, a Bullguer estava completamente lotada, com 15 minutos de fila de espera.

Ambiente - Bullguer

Logo que sentamos, recebemos o cardápio, parece pouquíssima coisa mudou por lá. Decoração, funcionários, cardápio e quantidade de clientes. A ideia deles é manter-se simples e com um cardápio fácil de replicar, para que seja possível a expansão, tudo padronizado. Olhando a cozinha, dá para ver que usam equipamentos das redes de fast food e isso é um ponto positivo.

Para os burgers, não há novidades, o cardápio permanece o mesmo da última nossa visita. O que mudou foi o preço, um aumento de R$ 2 nos burgers. O que não ;e nada demais após 2 anos.

Cardápio - Bullguer

Pedimos uma cheese fries por R$ 14 e uma clássica Berrie Lemonade por R$ 9. Sinceramente, pagar R$ 14 em uma porção de fritas congeladas individuais com queijo por cima não achamos justo, mas precisávamos provar.

Em menos de 5 minutos as fritas chegaram – super quentes. Estavam perfeitamente crocantes por fora e cremosas por dentro. Parece que eles conseguiram chegar o máximo nível de excelência que este tipo de batata pode chegar.

Cheese Fries por R$ 14 - Bullguer

Tempero levemente picante e o queijo derretido completou o sabor. Temos que confessar que estavam gostosas de verdade. E que o tempero ajudou muito no sabor.

Cheese Fries - Bullguer

A Berrie Lemonade sempre foi uma delicia, docinha, refrescante e com frutas de verdade misturadas, não estava diferente.

Berrie Lemonade - Bullguer

Para os burgers, nosso pedido foi um Stencil, pão, carne, queijo, cebola roxa, tomate, alface e molho por R$ 20. O outro, o Lumberjack, pão, carne, queijo, bacon, picles e molho por R$ 20.

Mais uma vez, o tempo foi recorde, em no máximo 10 minutos estávamos servidos. Os burgers vêm dentro de em um saquinho, que deixam eles parecerem menores do que já são. Por outro lado, é uma embalagem prática e clássica que facilita na hora de comer.

Stencil, o clássico cheese salada - Bullguer

O Stencil parece um hambúrguer maior, o tomate e a alface fazem o papel de deixarem o hambúrguer mais alto.

Stencil visto de frente - Bullguer

Pedimos ambos os burgers ao ponto. Essa é a dica principal, hambúrguer fino mal passado não rola, muito menos smash burger. O smash burger precisa ter aquela crostinha na carne que vai dar todo o sabor. E o ponto veio corretíssimo.

Ponto do Stencil - Bullguer

Vamos falar um pouquinho de smash burger. Para quem ainda não conhece, é o hambúrguer prensado na chapa ao invés de ser pré-moldado. Veja como o chapeiro trabalha:

Como fazer smash burger - Bullguer

Depois de virar, basta colocar o queijo e esperar derreter.

Hambúrguer na chapa - Bullguer

O Lumberjack parecia ainda menor que o outro hambúrguer, o bacon crocante que ajudou a dar um pouco de altura para conjunto. Aliás, o bacon estava muito crocante, mas não é tão saboroso.

Lumberjack, pão, carne, queijo, bacon, picles e molho - Bullguer

O queijo estava bem derretido, eles trabalham direitinho com o tipo de queijo processado que usam.

Lumberjack - Bullguer

A carne estava ao ponto, hambúrguer macio e bem leve. Textura boa e bem aerado, você come facilmente. O hambúrguer chega a ser macio e o equilíbrio de sabores é quase perfeito.

Lumberjack pronto para ser devorado - Bullguer

O molho é um tipo de maionese temperada super saborosa, lembra bastante o molho da rede americana In’n’Out, com certeza teve inspiração por lá.

Ponto da carne do Lumberjack - Bullguer

Pedimos como sobremesa a Apple Pie, mas infelizmente não tinha, uma pena, ficamos sem sobremesa.

A Bullguer é uma hamburgueria artesanal que trabalha como um fast food com qualidade. Parece contraditório, o que eles fazem é importar as práticas, equipamentos e padrões das grandes redes. Usam carne fresca para preparar o hambúrguer na hora e isso faz toda a diferença. Assim como trabalham as redes norte americanas Shake Shack e Five Guys.

A entrega é realmente muito rápida e padronizada, com o máximo de qualidade e poucos erros. Tudo se encaixa perfeitamente e o resultado é um hambúrguer gostoso de verdade, por preços bem acessíveis. Mas se tiver com muita fome mesmo, o ideal é pedir o burger duplo e uma porção de fritas só para você, mas aí a brincadeira já começa a ficar mais cara.

    Avaliação do Guia do Hambúrguer

  • hambúrguer3,5 estrelas
  • maionese3 estrelas
  • porção3 estrelas
  • atendimento3 estrelas
  • espera nenhuma
  • cheese burgerR$ 18,00
  • preçode R$ 30,00 a R$ 40,00 (de R$ 30,00 a R$ 40,00 por pessoa)
  • As avaliações do Guia do Hambúrguer são feitas sem aviso e sem conhecimento do estabelecimento, pagamos nossa conta e assim podemos falar a verdade.

Bullguer – Vila Nova Conceição

Rua Diogo Jácome, 606 – Vila Nova Conceição
São Paulo, SP
Telefone (11) 3044.2757
delivery sim